Memória: encontro da família Zanon em Antônio Prado - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Imigração italiana22/03/2018 | 09h28Atualizada em 22/03/2018 | 09h54

Memória: encontro da família Zanon em Antônio Prado

Programação deste sábado (24) engloba o lançamento do livro "Zanon - História e descendência dos imigrantes Luigi e Domenica"

Memória: encontro da família Zanon em Antônio Prado Acervo de família/divulgação
A família Zanon em meados da década de 1920, com o patriarca Luigi e a matriarca Domenica sentados ao centro Foto: Acervo de família / divulgação

Um encontro que costumava ficar restrito aos descendentes de Attilio Zanon, um dos filhos do casal de imigrantes italianos Luigi Zanon e Domenica de Bona, a partir deste sábado será estendido aos demais ramos da família, espalhados por diversos estados brasileiros. A confraternização ocorre na Capela São João, interior de Antônio Prado, onde será lançado também o livro Zanon - História e descendência dos imigrantes Luigi e Domenica, dos autores Manuela Ciconetto Bernardi e Caio Torques.

Conforme Manuela, a família Zanon que se estabeleceu em Antônio Prado em finais do século 19 tem como tronco comum o imigrante Luigi Antonio Zanon. Nascido em 1854 na comuna de Sedico, província de Belluno, localidade que na época pertencia ao Império Austríaco, Luigi casou-se com Domenica De Bona em 1883. 

Ainda em Sedico, o casal teve quatro filhos, dois deles falecidos ainda pequenos. Já no ano de 1891, Luigi, Domenica e as duas crianças rumaram à América, buscando fugir da fome e da miséria que assolava a região, especialmente após a unificação ao Reino da Itália.

Em solo brasileiro, os Zanon fixaram-se na recém-criada Colônia Antônio Prado, na localidade atualmente conhecida como Borgo Forte. Foi onde passaram a trabalhar como agricultores, tiveram outros seis filhos e permaneceram até o final da vida. Luigi faleceu em 1935, aos 80 anos. Domenica, em 1943, aos 82.

Na foto acima, a família Zanon em meados da década de 1920, com o patriarca Luigi e a matriarca Domenica sentados ao centro. Abaixo, a antiga casa do filho Attilio Zanon, na localidade de Borgo Forte.

Leia mais:
Para recordar das antigas colônias
Os 125 anos da família Tonus no Brasil
Encontro internacional da família Bigolin em Pinto Bandeira
Imigração italiana: Isidoro Bigolin e o brinco de ouro
Encontro da família Peruchin em Vacaria 

A antiga casa do filho de Luigi Zanin, Attilio Zanon, na localidade de Borgo Forte, em Antonio Prado.
A antiga casa do filho Attilio Zanon, na localidade de Borgo Forte, em Antonio PradoFoto: Acervo de família / divulgação

Filhos, casamentos e destinos

Dos 10 filhos de Luigi e Domenica, oito chegaram à idade adulta: Angelo, Gilda, Attilio, Thereza, Maria, Angela, José e Herminia. Eles deixaram mais de 1,4 mil descendentes espalhados pelo Brasil, majoritariamente pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. 

:: Angelo Zanon casou-se com Teresa Buselatto. Ainda nos anos 1920, o casal transferiu-se para o interior de Santa Catarina.

:: Gilda Maria Zanon faleceu solteira em 1920, em Antônio Prado.

:: Attilio José Zanon casou-se com Amalia Ampessan, permanecendo em Antônio Prado, onde deixou extensa descendência.

:: Thereza Zanon casou-se com Giovanni Mezzalira, também permanecendo em Antônio Prado. São ancestrais de praticamente todos os Mezzalira que atualmente moram naquela cidade.

:: Maria Zanon casou com Alexandre Bernart, com quem teve oito filhos em Antônio Prado. Na década de 1940, a família migrou para Erval Velho (SC).

:: Angela Zanon casou-se com Angelo Fusinato, migrando, na década de 1920, para Sananduva (RS).

:: José Antonio Zanon casou-se, em primeiras núpcias, com Matilde Michelon. Posteriormente, uniu-se a Tereza Sponga. Permaneceu em Antônio Prado e não deixou descendentes.

:: Herminia Anna Zanon casou-se com Abramo Maschio, transferindo-se para Caxias do Sul na década de 1950.

A publicação Família Zanon - História e descendência dos imigrantes Luigi e Domenica, dos autores Manuela Ciconetto Bernardi e Caio Torques, foi idealizada e patrocinada pelos descendentes Nelci Zanon Collange e Antonio Zanon Sobrinho. Mais informações sobre o livro podem ser obtidas pelo e-mail livrofamiliazanon@gmail.com.
Foto: Acervo de família / divulgação

O livro

A publicação Família Zanon - História e descendência dos imigrantes Luigi e Domenica, dos autores Manuela Ciconetto Bernardi e Caio Torques, foi idealizada e patrocinada pelos descendentes Nelci Zanon Collange e Antonio Zanon Sobrinho. 

Mais informações sobre o livro podem ser obtidas pelo e-mail livrofamiliazanon@gmail.com.

Participe

Você possui fotos antigas de família ou está organizando algum encontro de descendentes¿ Envie um breve histórico, acompanhado de fotos em alta resolução e fone de contato, para o e-mail rodrigolopes33@gmail.com. 

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros