Nove meses após acidente, restauro do Monumento à Itália, em Caxias, ainda não tem data de início - Cidades - Pioneiro
 

Conserto da Bota28/02/2018 | 14h33Atualizada em 28/02/2018 | 17h12

Nove meses após acidente, restauro do Monumento à Itália, em Caxias, ainda não tem data de início

Profissional que fará a intervenção ainda não foi contratado

Nove meses após acidente, restauro do Monumento à Itália, em Caxias, ainda não tem data de início Rodrigo Lopes / divulgação/divulgação
Acidente ocorreu na noite de 8 de junho de 2017 Foto: Rodrigo Lopes / divulgação / divulgação
Gaúcha Serra

Nove meses após ser danificado em um acidente de trânsito, o Monumento à Itália, no bairro São Pelegrino, em Caxias do Sul, ainda não teve o restauro executado pela prefeitura. Inicialmente, o escultor João Bez Batti, de Bento Gonçalves, faria o restauro. Mas, segundo a diretora de Projetos Culturais da Secretaria Municipal de Cultura, Natália Bianchi, houve mudança no planejamento e um profissional indicado por Bez Batti irá executar o projeto. A Secretaria da Cultura não informou o nome de quem fará o trabalho. A informação é da Gaúcha Serra.

A diretora diz que a intenção é que o restauro seja feito com o mínimo impacto na obra original. Por isso, a Divisão de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural (DIPPAHC) está em tratativas com este profissional. Bez Batti deve fazer o acompanhamento da intervenção.

Leia mais
Cancelamento da maior feira de vinhos do Brasil volta atenções para evento na serra gaúcha

A previsão é de que até a metade do mês de março o contrato esteja fechado com o restaurador. Após, a DIPPAHC fará o cronograma das obras. Também não há uma estimativa de qual será o custo.

O monumento foi esculpido em pedra pelo mestre canteiro José Zambon e inaugurado em 13 de setembro de 1958. No dia 8 de junho do ano passado, um acidente, envolvendo um veículo Clio e uma Parati, acabou atingindo a "bota", como é popularmente conhecido o monumento.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros