Brasileiro admite que provocou sua própria prisão na Venezuela - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Política11/01/2018 | 17h02Atualizada em 11/01/2018 | 17h04

Brasileiro admite que provocou sua própria prisão na Venezuela

Notícia foi divulgada na pelas redes sociais nesta quarta-feira

Brasileiro admite que provocou sua própria prisão na Venezuela Acervo Pessoal/Facebook
Foto: Acervo Pessoal / Facebook
Pioneiro
Pioneiro

A história do brasileiro preso na Venezuela ganhou mais um capítulo. O gaúcho Jonatan Moisés Diniz, 31 anos, filho de Luiz Francisco Diniz, morador de São Marcos, usou, mais uma vez, as redes sociais para falar sobre a sua prisão em Caracas

Leia mais
Após quase dez dias detido na Venezuela, filho de morador de São Marcos é solto
Venezuela confirma que brasileiro foi detido e está em centro bolivariano de inteligência 

Mas, desta vez, a fala do jovem surpreendeu: ele admitiu ter premeditado sua prisão a fim de chamar atenção para o trabalho de sua ONG, a Time to Change the Earth (Hora de mudar a Terra).

— Se eu fui pra lá e eu fui preso é porque eu incitei ser preso. Eu sozinho não teria nenhuma voz, mas eu indo para a cadeia aconteceu exatamente o que estava nos meus planos — disse o ativista, em vídeo gravado nos EUA.

O colunista Rodrigo Lopes, de GaúchaZH, destacou alguns trechos da postagem do gaúcho. CLIQUE para ler mais. 

Leia também
Uber diz que legislação de Caxias vai aumentar preço para os passageiros

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros