Projeto 15 Primaveras, em Caxias, torna realidade o sonho de 12 adolescentes - Cidades - Pioneiro

Solidariedade12/11/2017 | 11h00Atualizada em 12/11/2017 | 11h15

Projeto 15 Primaveras, em Caxias, torna realidade o sonho de 12 adolescentes

Ação foi promovida por alunos do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG)

Projeto 15 Primaveras, em Caxias, torna realidade o sonho de 12 adolescentes Renata Chies/divulgação
Foto: Renata Chies / divulgação

Os vestidos das 12 adolescentes que ganharam festa de debutantes na noite deste sábado, em Caxias, eram tão coloridos quanto os sonhos que começariam a desabrochar naquele instante. Poucos momentos serão tão inesquecíveis para aquelas meninas quanto aquele em que pisaram, de salto alto, em uma festa preparada exclusivamente para celebrar seu aniversário. O projeto 15 Primaveras, promovido por alunos do Centro Universitário da Serra Gaúcha, a FSG, deu a oportunidade para meninas em vulnerabilidade social de realizar o sonho de viver uma festa de 15 anos. Não fosse o trabalho acadêmico dos jovens do curso de Relações Públicas e a ajuda de mais de 50 empresas parceiras, dificilmente aquelas famílias que lotaram o salão de eventos da CIC conseguiriam patrocinar um evento daquele porte.

— Eu fiz horas extras no trabalho e conciliei umas faxinas. Trabalhei uns dois dias a mais esse mês, mas consegui alugar o meu vestido, o terno do meu filho e ainda pagar salão de beleza para mim — confessou a coletadora de lixo Marcia Adriana de Conte, 36 anos, mãe de Milene, uma das debutantes.

 Leia mais
Ferramentas da Câmara e do Senado permitem participação da sociedade  

Marcia desfilava pelo salão em um traje longo, de cor vermelha, e chorava a cada abraço que recebia. Ver a filha elegante e estampando um sorriso contagiante deixava a mãe certa de que um bom futuro começaria a ser trilhado. Por isso, o esforço dos 10 estudantes da FSG ao organizar o baile de debutantes foi coroado com um evento impecável e muito emocionante. Cada família acomodada em uma das 20 mesas distribuídas pelo salão contava uma história de superação. Estas adolescentes foram escolhidas de acordo com rendimento escolar e por indicação de entidades e parceiros, e o principal critério era que a festa de debutantes fosse, de fato, um sonho.

— Meus pais me chamaram e disseram que não conseguiriam pagar a festa porque lá em casa tinham outras prioridades, outras contas. Nós quase não acreditamos quando veio o convite — confessa Amanda de Oliveira da Luz.

O projeto 15 Primaveras, promovido por alunos do Centro Universitário da Serra Gaúcha, a FSG, deu a oportunidade para meninas em vulnerabilidade social de realizar o sonho de viver uma festa de 15 anos
Foto: Renata Chies / divulgação

Amanda era uma das 11 meninas caxienses, e havia mais uma moradora de Farroupilha entre as sortudas, Suelen Vitória Olsgeski. A menina completou 15 anos em 31 de julho, e apesar da simplicidade com que a família vive, a mãe preparou uns docinhos e serviu aos colegas de Suelen no colégio naquela data. No camarim na tarde do sábado, as gurias recebiam consultoria de beleza de uma equipe de voluntárias, entre elas a professora de maquiagem Katiussa Selau.

— Eu tive uma festa de 15 anos e sei o quanto é importante para uma menina. Tudo aqui está sendo muito emocionante — definiu.

O grupo de jovens teve direito a book fotográfico e a uma festa com todas as regalias. Cada uma convidou 10 pessoas. Ao adentrarem no salão, os pares que conduziriam a valsa aguardavam posicionados. Um deles estava de cadeira de rodas, situação enfrentada após sofrer um acidente de trabalho. Alexsandro Alves da Cruz, 39 anos, não deixou que isto prejudicasse o sonho da filha em dançar uma valsa caprichada. 

— Me sinto orgulhoso porque ela trabalha já em um restaurante, e geralmente, é ela quem serve as pessoas. Hoje, ela vai ser servida. Para não fazer feio, ensaiamos várias vezes em casa — contou.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros