Reconstrução do Asilo Santa Isabel, em Vacaria, começa em setembro - Cidades - Pioneiro

Serra01/07/2017 | 08h30Atualizada em 01/07/2017 | 08h30

Reconstrução do Asilo Santa Isabel, em Vacaria, começa em setembro

Nova edificação do espaço consumido por incêndio há um mês custará R$ 2 milhões

Reconstrução do Asilo Santa Isabel, em Vacaria, começa em setembro Artur Alexandre/Especial
Foto: Artur Alexandre / Especial

A certeza da reconstrução do Asilo Santa Isabel, consumido pelo fogo há um mês, ajuda a comunidade de Vacaria a superar a tragédia que matou duas idosas e a maior parte do prédio. Orçada em R$ 2 milhões, a obra está prevista para começar em setembro porque já tem 70% da verba captada. De acordo com a assistente social do asilo, Cristiane Siota, cerca de R$ 200 mil foram arrecadados por meio de doações em uma conta aberta no Banrisul, R$ 400 mil foram destinados pela Câmara de Vereadores, R$ 200 mil foram doados por empresas e o seguro do prédio fez o reembolso de R$ 300 mil. Além disso, R$ 150 mil de multas do Ministério Público e do judiciário foram destinadas para a reconstrução. Recursos do governo Federal também foram solicitados e a resposta deve vir em 15 dias.

Leia mais: 
Moradores de asilo destruído pelo fogo em Vacaria irão para albergue desativado 
Duas mulheres são encontradas mortas em asilo de Vacaria
"Fui salva por Deus", diz irmã que morava no asilo que pegou fogo em Vacaria

O projeto do novo espaço foi desenvolvido gratuitamente por arquitetos da cidade e a construção deverá ser concluída em um ano.

— É um alívio saber que logo poderemos voltar a acolher os moradores. Ainda estamos nos recuperando do baque, mas a angústia diminui sabendo que o processo de reconstrução está andando — diz Cristiane.

Há um mês, os idosos que moravam no Santa Isabel estão alojados no Centro de Treinamento de Motoristas (Centronor). Hoje são 39 cuidados pelos funcionários do asilo, já que quatro morreram nas últimas quatro semanas, de causas naturais. Outros dois também estão com as famílias, mas devem retornar para o grupo na próxima semana. Até o dia 11, segundo Cristiane, os idosos devem se mudar para duas casas onde funcionavam o albergue municipal e uma Casa Lar, no centro de Vacaria. As residências passaram por reformas para garantir a acessibilidade dos novos moradores, já que muitos têm problemas de mobilidade. Segundo o diretor-executivo da Secretaria de Desenvolvimento Social, Claudemir Boeckel, as instalações ganharam rampas e devem acomodar os idosos de forma confortável até a nova mudança.

Foto: Artur Alexandre / Especial

Uma psicóloga vem trabalhando com os idosos desde o dia do incêndio. Outros profissionais também devem auxiliar no período de adaptação, segundo a assistente social do asilo:

— Muitos estão abalados, lembram de momentos daquele dia trágico. Como a maioria estava há muitos anos no asilo, eles sentem falta do lugar deles. Mas logo estaremos de volta.

Inquérito deve ser concluído sem indiciamento

A Polícia Civil de Vacaria recebeu na quinta-feira o laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP) sobre as causas do incêndio no Asilo Santa Isabel. De acordo com o delegado Anderson Silveira de Lima, a perícia não determinou a causa do início do fogo que consumiu o prédio. 

O laudo, segundo o delegado, é inconclusivo e descarta que o fogo tenha sido provocado por falhas na parte elétrica ou por fenômenos naturais, como a presença de raios. Na próxima semana, a polícia deve ouvir mais testemunhas sobre o caso. Lima espera que o inquérito seja concluído até a próxima sexta.

— Tudo indica que será sem indiciamento.

COMO AJUDAR

Para auxiliar na reconstrução do Asilo Santa Isabel é possível fazer doações em dinheiro:
Banco Banrisul (em nome do Consepro)
Conta Corrente: 06.089020.0-2
Agência: 0440
CNPJ: 07 110909/0001-4

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros