Farmácia Popular encerra os serviços em julho, em Caxias do Sul - Cidades - Pioneiro

População27/06/2017 | 18h42Atualizada em 27/06/2017 | 18h45

Farmácia Popular encerra os serviços em julho, em Caxias do Sul

Determinação do Ministério da Saúde atinge todas as unidades do país

Farmácia Popular encerra os serviços em julho, em Caxias do Sul Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

No próximo dia 8 de julho, a Farmácia Popular de Caxias do Sul, localizada na esquina das ruas Bento Gonçalves e Garibaldi, irá fechar as portas conforme decisão do governo federal de cortar os recursos e de enviar medicamentos para as unidades próprias, vinculadas aos municípios. A decisão atinge todas as unidades no país. 

A partir da data, a população deve buscar as medicações junto às unidades básicas de saúde (UBSs), conforme a disponibilidade dos itens que integram a relação municipal, ou nas farmácias conveniadas, identificadas pela inscrição "Aqui Tem Farmácia Popular", onde a oferta de descontos e medicamentos gratuitos será mantida. Há ainda a opção de consultar a Farmácia Básica Municipal e na Farmácia Especializada, localizadas na Rua Sinimbu.

Leia mais
Farmácia Popular deve mudar formato em Caxias do Sul
Devido à superlotação, Hospital Geral de Caxias fecha pronto-socorro  
Serra terá 34 novos bombeiros a partir de julho 

— O elenco (da rede municipal e da Farmácia Popular) é bem parecido. Alguns itens, inclusive do programa da unidade própria, eram obsoletos, já não eram utilizados nos tratamento. Então, provavelmente, a gente vá atender quase toda a população — explica a farmacêutica Janaína Negri.

Anualmente, o governo federal destinava R$ 150 mil para a manutenção da unidade de Caxias, sendo que a prefeitura destinava todo ano R$ 630 mil como contrapartida. A Farmácia do Instituto de Previdência e Assistência Municipal (Ipam) cedia servidores para a Farmácia Popular. Conforme o presidente do Ipam, André Francisco Wiethaus, com o encerramento das atividades, os funcionários da unidade serão absorvidos novamente pelas farmácias do instituto.  

Eram atendidos, em média, de 5,5 a 6 mil pacientes por mês na Farmácia Popular. As unidades próprias contavam com um acervo de 112 itens, entre medicamentos e preservativos masculinos, que são repassados com preços até 90% inferiores aos dos mercado.



 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros