Abordagem de guardas municipais a ambulante gera tumulto na área central de Caxias - Cidades - Pioneiro

Polêmica07/06/2017 | 17h33Atualizada em 07/06/2017 | 17h48

Abordagem de guardas municipais a ambulante gera tumulto na área central de Caxias

Supostas testemunhas alegam que ação de servidores foi truculenta

Abordagem de guardas municipais a ambulante gera tumulto na área central de Caxias Suelen Mapelli/Reprodução
Foto: Suelen Mapelli / Reprodução
Pioneiro
Pioneiro

Uma abordagem da Guarda Municipal a um vendedor ambulante na área central de Caxias resultou em nova polêmica na tarde desta quarta-feira. Por volta das 15h um comerciante haitiano que vendia seus produtos na Avenida Júlio de Castilhos, esquina com a Borges de Medeiros, teve a mercadoria recolhida.

A ação, no entanto, gerou movimentação entre pedestres que passavam no momento pelo local. Vídeos divulgados em redes sociais _ que não mostram o início da ação — expõem as tentativas de imobilização do ambulante que resistia à remoção do material. Durante o fato, houve aglomeração de pessoas que protestaram contra os guardas.

Leia mais:
Abordagem da Guarda Municipal chama atenção em estação de ônibus de Caxias do Sul
Abordagem de guardas municipais a ambulantes provoca polêmica em Caxias

— O guarda já chegou apontando o taser (arma de choque) e gritando para o ambulante. A abordagem toda foi truculenta. Se não tivesse sido, não haveria toda essa revolta da população — relata um empresário das imediações que preferiu não se identificar.

Na avaliação do secretário de Segurança Pública, José Francisco Mallmann, não houve qualquer irregularidade na situação:

— Recebemos denúncia de venda ilegal naquele ponto, fomos até o local recolher o material e o ambulante se alterou. É cultural da população querer se solidarizar, mas não podemos mais ser coniventes com esse tipo de prática. As pessoas têm que apoiar as ações que buscam coibir esse tipo de comércio ilegal.


comércio ilegal.


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros