Idosa que estava desaparecida no interior de Caxias é encontrada - Cidades - Pioneiro

Sã e salva16/04/2017 | 16h29Atualizada em 17/04/2017 | 15h05

Idosa que estava desaparecida no interior de Caxias é encontrada

A mulher de 88 anos havia sumido no sábado, quando foi juntar pinhões

Idosa que estava desaparecida no interior de Caxias é encontrada arquivo pessoal/divulgação
Dona Nair Masotti Broliato chegou a atravessar o Rio Faxinal e algumas cercas, e passou a noite no mato Foto: arquivo pessoal / divulgação
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

Nair Masotti Broliato, 88 anos, que estava desaparecida desde sábado no interior de Caxias do Sul, foi localizada no início da tarde deste de domingo. A idosa havia saído para juntar pinhões na chácara da família, na localidade de Boca da Serra, na região de Vila Seca, e não conseguiu voltar para casa. Segundo familiares, ela foi levada ao Hospital da Unimed, onde passará a noite em observação, mas passa bem.

— Ela tem apenas alguns machucados no rosto, mas está lúcida, até deu o endereço de casa aos bombeiros — conta o sobrinho Mário André Masotti.

Ele acrescenta que não se sabe ainda exatamente o que aconteceu, mas que o alívio da família e dos amigos foi grande com o reencontro. Dona Nair foi localizada a cerca de um quilômetro de onde recolhia pinhões, sentada em uma pedra na localidade de Serraria, após ter atravessado o Rio Faxinal (que tem cerca de meio metro de fundura no trecho) e algumas cercas. Moradores das proximidades a viram e avisaram a polícia.

Leia mais
Mulher é atingida com dois tiros após assalto em Caxias do Sul
Homem é morto a tiros em Bento Gonçalves

No momento em que ela foi localizada, cerca de 80 pessoas participavam das buscas, incluindo os bombeiros, familiares e amigos. O Corpo de Bombeiros caxiense havia sido acionado por volta das 14h30min de sábado, e na manhã de domingo o grupo recebeu ajuda da corporação de Porto Alegre, pois a região onde a idosa se perdeu tem barrancos e paredões de pedra. 

— Ela passou a noite no mato, mas estava bem, só com as canelas molhadas. A gente estava aflito, mas tínhamos esperança, pois pensávamos que, se tivesse acontecido algo pior, ela teria sido encontrada logo. Agradecemos a todos que rezaram por ela — diz Mário André.

Nair mora sozinha no bairro São José, em Caxias, e havia ido para a localidade de Boca da Serra passar o feriadão na chácara com familiares. 

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros