Caxias registra primeiro caso importado de febre chikungunya deste ano - Cidades - Pioneiro

Atenção10/04/2017 | 16h15Atualizada em 10/04/2017 | 16h49

Caxias registra primeiro caso importado de febre chikungunya deste ano

Paciente viajou para Cuiabá (MT) em janeiro

Caxias registra primeiro caso importado de febre chikungunya deste ano Reprodução/Reprodução
Quando é necessária a aplicação de dedetizador, os agentes avisam previamente os domicílios onde será feito o tratamento Foto: Reprodução / Reprodução
Pioneiro
Pioneiro

O primeiro caso importado de febre chikungunya deste ano foi confirmado em Caxias do Sul. A paciente, de acordo com a secretaria municipal da saúde, viajou para Cuiabá (MT) em janeiro. Foram coletadas amostras para teste e encaminhadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen), que enviou material ao Instituto Evandro Chagas (PA), onde o diagnóstico foi comprovado para febre chikungunya. Ainda quando existe apenas a suspeita de alguém com a doença, de acordo com Mônica Renosto, coordenadora da Vigilância Epidemiológica, a Vigilância Ambiental realiza um trabalho de vistoria nos locais próximos de onde o paciente contaminado mora. Na área, então, são realizadas ações para a eliminação do mosquito adulto. 

Confira as últimas notícias do Pioneiro

No ano passado, segundo Mônica, Caxias registrou dois casos importados de febre chikungunya (um paciente que viajou para o Rio de Janeiro e o outro para Recife).Neste ano, foram registrados 23 casos suspeitos de dengue em Caxias do Sul, todos descartados; de febre chikungunya foram 18 suspeitos, 13 descartados, um confirmado e quatro aguardando resultado do exame laboratorial. Em 2016, foram identificados 10 focos do mosquito no município. As larvas estavam no Centro (1), Cidade Nova (3), Jardim América (1), Pioneiro (2), São Pelegrino (1), Fátima Baixo (1) e Marechal Floriano (1). Além disso, foram confirmados seis casos de dengue, dois de febre chikungunya - todos importados - e um de zika vírus.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros