Diretoria executiva da Festa da Uva é empossada e decisão sobre realização do evento deve sair em um mês  - Cidades - Pioneiro

Serra31/03/2017 | 17h43Atualizada em 31/03/2017 | 19h07

Diretoria executiva da Festa da Uva é empossada e decisão sobre realização do evento deve sair em um mês 

Presidente Sandra Randon deve apresentar nos próximos dias os nomes dos integrantes da comissão comunitária

Diretoria executiva da Festa da Uva é empossada e decisão sobre realização do evento deve sair em um mês  Felipe Nyland/Agencia RBS
Sandra Maria Mioranzza Randon foi apresentada oficialmente como presidente da comissão comunitária Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A diretoria executiva da Festa da Uva de Caxias foi empossada na tarde sexta-feira nos Pavilhões. Sandra Maria Mioranzza Randon foi apresentada oficialmente como presidente da comissão comunitária - antes, o cargo era ocupado interinamente por Marcelo Camargo Santos. Ao lado de Sandra estarão Cleiton de Bortoli, como diretor executivo-financeiro, e Fabrício Lorandi, que será o tesoureiro. O presidente do conselho consultivo da Festa, Nelson Sbabo, também foi anunciado.

Sandra, primeira mulher a ocupar o cargo de presidente da comissão comunitária, disse que agora é a hora de colocar todo o planejamento no papel. Afirma que gostaria muito que a Festa acontecesse, porém ainda não garante a realização do evento:

— Achei que saberia dessa resposta logo, mas não. Até o final de abril devemos anunciar. Sei que a população está apreensiva, mas saibam que eu também estou. Vamos trabalhar com os números que temos e os que poderemos buscar, e planejar. Nossos esforços serão para que a Festa da Uva ocorra.

Leia mais:
Médicos de Caxias do Sul querem aumento de 285% por hora
Pelo menos 19 UBS de Caxias têm prejuízos no atendimento médico 
Após greve, atendimento médico é normal nesta segunda-feira em Caxias 

Antes da posse oficial, uma reunião foi realizada a portas fechadas nos Pavilhões com a presença do prefeito Daniel Guerra (PRB). O balanço da edição passada da Festa foi apresentado e mostrou um lucro R$ 2.208.158,83. Contudo, quando analisada a conta do biênio 2015/2016, houve um saldo negativo. Em 2015, a administração registrou superávit de 970.343,05 mil contra um déficit de R$ 1.231.200,75 em 2016, totalizando num déficit final de R$ 260.857,70,

Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

— Esses números vão nos ajudar a ter um norte de como agir e o que fazer. O que sabemos até então é que a Festa da Uva não se sustenta apenas com a bilheteria. Precisamos que a comunidade nos ajude, que os distritos fiquem perto da gente — destaca Sandra.

Um indício de que a Festa da Uva pode ocorrer é que Sandra já está pensando no concurso que pode eleger as soberanas da Festa de 2018. Na última edição, as inscrições começaram em maio de 2015.

— Estamos correndo contra o tempo. Recebi diversas sugestões para o concurso. Dentre elas, de que a rainha deveria ser uma das nossas nonas italianas. Seria interessante, não? Mas isso é só mais uma coisa para pensar. Gostaria que o concurso não fosse tão intenso como foi o da última edição, mas que fosse profundo, que elas conheçam bem a história da Festa, da cidade... — adianta, Com profundo quero dizer que elas fossem mais para o interior, conhecessem bem toda a história da cidade, da Festa.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros