Ocupação do complexo da Maesa, em Caxias do Sul, começa em 2017  - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Infraestrutura13/12/2016 | 15h36Atualizada em 13/12/2016 | 15h39

Ocupação do complexo da Maesa, em Caxias do Sul, começa em 2017 

Prazo faz parte de um termo de compromisso entre prefeitura e Estado 

Ocupação do complexo da Maesa, em Caxias do Sul, começa em 2017  Felipe Nyland/Agencia RBS
Para a ocupação, será necessário que a empresa Voges desocupe o imóvel  Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

O complexo da Maesa, em Caxias do Sul, terá de receber as primeiras atividades previstas no plano de ocupação em 2017. O prazo faz parte de um termo de compromisso entre o assinado na manhã desta terça-feira pelo prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT) e o secretário de Modernização Administrativa e de Recursos Humanos do Estado, Raffaele Marsiaj Quinto Di Cameli. As informações são da Gaúcha Serra.

Leia mais
"A relação está muito respeitosa e republicana", diz Daniel Guerra sobre o vice 

Para a ocupação, no entanto, será necessário que a empresa Voges desocupe o imóvel, trabalho que precisará ser liderado pela futura administração.

— Vocês agora vão ver se marcam data para sair — disse o Alceu.

O tombamento do prédio também está em fase de averbação, que oficializa a preservação junto ao registro no cartório de imóveis. O prédio deve contar com mercado público, museu de artes visuais e espaço para economia criativa, como start ups. As atividades foram propostas por uma comissão que analisou diversas sugestões e apresentou o projeto em novembro de 2015.

— O que veio de pedido de ocupação vocês não fazem ideia. Acho que deu mais do que teus currículos — disse Alceu para o prefeito eleito Daniel Guerra (PRB), que também participou do encontro.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros