Umbandistas se reúnem para celebrar em Caxias do Sul - Cidades - Pioneiro

Religião15/11/2016 | 08h01Atualizada em 15/11/2016 | 08h01

Umbandistas se reúnem para celebrar em Caxias do Sul

Entre as atividades está a lavagem simbólica das escadas da Catedral 

Umbandistas se reúnem para celebrar em Caxias do Sul Charles Guerra/Agencia RBS
Neste ano, também será realizado o concurso internacional Alagbê de Ouro Foto: Charles Guerra / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Umbandistas de todos os estados do Brasil e de países como Bolívia, Uruguai, Paraguai e Argentina se reúnem nesta terça-feira, em Caxias do Sul, para celebrar o Dia Nacional da Umbanda. A sétima edição consecutiva do evento terá programação especial, a partir das 10h, no Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho, além da tradicional lavagem simbólica das escadarias da Catedral Diocesana no final da tarde. Neste ano, também será realizado o concurso internacional Alagbê de Ouro, que escolhe os melhores instrumentistas da religião.

Conforme conta o pai de santo Ademir Antônio dos Santos Neves, o principal objetivo do encontro é tornar conhecida a cultura da Umbanda, já que ainda existe muito preconceito e intolerância.

Leia mais
Família pede doação de sangue para jovem que se acidentou em Flores da Cunha
Colisão entre caminhonete e poste deixa jovem em estado grave em Flores da Cunha

— A gente se depara com o preconceito visível na nossa frente diariamente e, infelizmente, sofremos muito com isso. O que a gente quer com esse evento é mostrar para a sociedade a nossa essência, a nossa fé. É um momento de colocarmos em pauta o que representa a nossa crença — explica ele. 

Em Caxias do Sul existem mais de duas mil casas de Umbanda e Batuque, divididas em mais de 10 federações religiosas. Segundo o pai Ademir, essa diversidade também acaba atraindo pessoas despreparadas para a religião, o que facilita no aumento da intolerância religiosa.

— Muitas pessoas não sabem como funciona a Umbanda e acabam julgando. É claro, que também temos casas com pessoas oportunistas, mas os que seguem os princípios da nossa religião são em maior número. Só precisamos mostrar para a população o que pensamos, o que acreditamos e o que fazemos, pois o maior preconceito que sentimos é pelo trabalho que realizamos, porque as pessoas não têm conhecimento — afirma o pai de santo.

Neste ano, além de uma programação extensa, o evento é considerado um dos maiores já realizados na América Latina. Pais de santo mais conhecidos do centro do país e representantes da Casa Branca da Bahia Opõ Ofonxá e da casa Mãe Menininha estarão presentes. Haitianos e Senegaleses que moram em Caxias e em cidades vizinhas também devem participar da cerimônia. A lavagem simbólica da escadaria da Catedral Diocesana é um dos momentos mais aguardados. Com essências especiais, os umbandistas perfumam os degraus em forma de agradecimento ao templo que lhes acolheu. O evento ainda contará com diversos shows, atrações culturais e exposição de artigos religiosos. 

— Temos sempre que agradecer, pois apesar de ser uma luta diária contra o preconceito, recebemos muito apoio e ajuda de autoridades e instituições da cidade. É uma alegria imensa poder realizar esse evento — afirma Neves.

PROGRAMAÇÃO

10h - Abertura oficial com show da atriz e cantora Carla Vanez e do cantor Marcelo Donini
10h40min - Manifestação de autoridades religiosas, políticas e demais instituições
11h - Manifestação de representantes das religiões de matriz africana11h30 - Início do concurso internacional Alagbê de Ouro
12h - Almoço
13h - Entrega da patentiação e registro do Projeto Cultural Alagbê de Ouro, criado pelo Templo Africano Oxum e Ogun Reino dos Orixás
13h15min - Continuação do concurso
17h - Encerramento do concurso
17h15 - Entrega dos troféus
17h25 - Deslocamento até a praça Dante Alighieri para a lavagem simbólica das escadaria da igreja

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros