Sedes de sindicatos, balneários e clubes tradicionais: conheça opções para o verão em Caxias  - Cidades - Pioneiro

Calor26/11/2016 | 10h07Atualizada em 26/11/2016 | 10h07

Sedes de sindicatos, balneários e clubes tradicionais: conheça opções para o verão em Caxias 

Há programação a partir de R$ 5

Sedes de sindicatos, balneários e clubes tradicionais: conheça opções para o verão em Caxias  Porthus Junior/Agencia RBS
A temporada já abriu na maior parte dos locais, como a sede do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Caxias do Sul  Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Em tempos de crise econômica, refrescar-se na praia se torna um desejo nem sempre alcançável para boa parte dos moradores da região. A partir deste fim de semana, um dos primeiros que a previsão meteorológica aponta temperatura superior a 30ºC e os ares de inverno finalmente vão embora, a vontade de sair da cidade e procurar um refúgio se torna ainda mais forte. Por isso, enquanto a temporada na praia é adiada — ou quem sabe reduzida — por parte dos veranistas, o Pioneiro lista algumas possibilidades para se refrescar em Caxias do Sul.

As opções disponíveis passam pelos clubes mais tradicionais, onde as taxas de adesão, conhecidas como joias, ultrapassam R$ 4 mil, chegando a balneários espalhados pelos distritos, com diárias baratas e lugares bonitos perto da natureza. É o caso, por exemplo, do Balneário Moschen, um dos mais conhecidos dos veranistas. Em uma propriedade em Galópolis, o espaço é um destino para quem só pode desembolsar até R$ 20 para entrar. Além das piscinas, há área para assar um churrasco sob as árvores, tomar banho de cascata ou passar a noite em acampamento. Por enquanto, o movimento está tranquilo, diz o proprietário, Silvio Tramontin, mas a expectativa é de mais um verão bastante agitado a partir de dezembro. Famílias e principalmente jovens formam o público do lugar.

— Sabemos que com a crise, o pessoal deu uma segurada nas contas. Quem ficava 30 dias na praia, fica 15, e aí precisa de um lugar para fugir da rotina. Sabemos até que não é todo mundo que pode gastar R$ 20 para entrar aqui, mas assim também o público se torna mais seleto — afirma.

Lugar igualmente procurado por famílias nos fins de semana é o balneário Vale das Montanhas, entre Caxias e São Marcos. A entrada custa R$ 5 e possibilita banho de rio. Como o Moschen, possui alvará da Secretaria do Meio Ambiente. Além deles, somente o Balneário Ballardin, em Ana Rech, conta com a habilitação. O documento não garante a qualidade da água de banho, mas em caso de denúncia, a secretaria confere o problema.

O Balneário Moschen fica em Galópolis e oferece piscinas e trilha ecológica Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

— Autuamos 11 balneários ao longo do ano para que se habilitassem, e apenas três estão regulares. O alvará indica, principalmente, se estão respeitando a preservação da natureza nas propriedades — afirma o diretor de Gestão Ambiental, Jocelito Carvalho.

ALGUMAS OPÇÕES:

Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região
:: A temporada abre neste fim de semana. O exame médico custa R$ 5 (para dependentes, R$ 9). Para público em geral, há pacotes que dão direito a carteirinha e exames. Os valores variam de acordo com os meses: em dezembro, o valor de uma pessoa é R$ 260; em janeiro, R$ 173; e fevereiro, R$ 86. Há custos diferenciados para grupos familiares.
:: Ônibus levam à sede, que fica na Estrada Velha de Flores da Cunha. De 26 de novembro a 20 de dezembro, há coletivos aos sábados, domingos e feriados às 9h e às 13h30min, com saída em frente à Presidente Vargas (Rua Visconde de Pelotas). O retorno às 14h e às 19h. A partir de 20 de dezembro, há ônibus de terça a domingo, incluindo feriados, às 9h e às 13h30min. O valor é uma passagem normal da Visate.
:: Contato: 4009.8300

Sindicato dos Empregados no Comércio de Caxias do Sul (Sindicomerciários)
:: A temporada já abriu. A sede é mantida em conjunto com o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Privado (Sintep), Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza e Conservação de Caxias do Sul (Sindilimp), Sindisaúde (trabalhadores da área da saúde) e Sintrathur (trabalhadores do comércio hoteleiro, restaurantes, bares e similares). O acesso é permitido aos associados e acompanhantes.
:: De terça a sexta, acompanhantes pagam R$ 10 de entrada e R$ 15 de exame médico. Sábados, domingos e feriados, a entrada sai por R$ 15 entrada, além dos R$ 15 do exame médico. A sede fica na Estrada Velha de Flores da Cunha.
:: Contato: 3221.6711 ou 99958.5624

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Caxias Sul
:: A temporada já abriu. O acesso é exclusivo para membros do sindicato. É possível acompanhar algum sócio e ter acesso ao campo e às churrasqueiras, mas não é permitida a entrada nas piscinas. A sede fica no bairro De Zorzi, e conta com piscinas, campos de futebol 7, de areia e churrasqueiras.
:: Contato: 3223.2192 B

Balneário Moschen
:: Há espaço de camping e banho, com piscinas e trilha que desemboca em uma cascata. A temporada já está aberta.O acesso é liberado para público em geral. A diária custa R$ 20 para adulto e R$ 10 para crianças de até 10 anos.
:: O clube fica em Galópolis. O acesso é pela BR-116, no Km 158. Fica aberto diariamente das 9h às 19h.
:: Contato: 99162.2980

Balneário Vale das Montanhas
:: Há espaço de camping e banho em rio. Funciona das 8h às 22h nos fins de semana. A entrada custa R$ 5 por pessoa e crianças até oito anos não pagam.
:: Para acampar, a diária custa R$ 15. O lugar fica entre Caxias e São Marcos, com acesso pela BR-116. É proibido sol alto.
:: Contato: 99141.7378 (Whats App) ou 99184.7831 (Whats App)

Clube Calhambeque
:: Espaço de lazer com piscinas e churrasqueiras localizado no Km 74 da ERS-122, em Caxias. O exame médico custa R$ 30 e pode ser feito nas segundas, terças e sextas-feiras das 14h às 18h e nos sábados das 9h30min às 11h:30min. A joia familiar custa R$ 700 e a individual, R$ 600. A temporada já está aberta.
::Contato: 3211-1711

Clube Recreio Cruzeiro
:: O acesso é exclusivo aos sócios. A joia familiar, pré-requisito para se tornar membro, custa R$ 1,5 mil, e é possível incluir filhos de até 18 anos e filhas de 24 anos, além dos pais dos sócios. A joia individual custa R$ 750. A mensalidade custa R$ 145. A sede fica em Monte Bérico.
:: Contato: 3208.5546 ou 3208.5547

Recreio da Juventude
:: O acesso é exclusivo aos sócios. A joia familiar custa R$ 6.210 e a individual, R$ 3.105. O valor da mensalidade é de R$ 202 por título (estudantes abaixo de 26 anos contam com desconto). Pagamentos à vista isentam os primeiros seis meses de mensalidade.
:: Os sócios têm acesso também à estrutura do Clube Guarany, incorporado ao Juventude em 2011. A sede campestre, próxima ao Aeroporto, está em obras — somente as piscinas térmicas devem abrir para esta temporada. A estrutura será aprimorada com cobertura na piscina externa olímpica.

Clube Juvenil
:: O acesso é exclusivo aos sócios e a temporada já começou. A joia familiar custa R$ 7 mil (à vista) ou R$ 8 mil (à prazo Não há opção de joia individual. A mensalidade familiar custa R$ 220 e a individual, R$ 132. A sede fica na Rua Marquês do Herval, no bairro Madureira.

Farroupilha tem piscina pública

Moradores de Farroupilha têm acesso à piscina pública a cada temporada de verão. Ela fica no Parque dos Pinheiros. Neste verão, não há data estipulada de abertura, mas deve ocorrer na segunda metade de dezembro. É preciso pagar uma taxa para exame de saúde, que no ano passado, custou R$ 25 para estudantes e R$ 35 para público em geral.

"O clube mais barato da cidade"

A estrutura se assemelha à encontrada em qualquer clube tradicional da cidade. Há piscinas, gramado, espaço para churrasco na sombra e um ambiente perfeito para passar qualquer dia ensolarado. Trata-se da sede de sindicatos de trabalhadores que revertem o valor da mensalidade do associado em boas sedes campestres, ideais para quem não conseguirá se refugiar na praia neste verão.

Julena Fatt, 22 anos, e Maicon Assunção, 29, que trabalham na Codeca como capinadores, sabem bem a qualidade da estrutura que o Sindicomerciários mantém em parceria com a associação que a dupla integra, o Sindilimp. Em férias, eles aproveitaram a tarde da última quinta-feira para tomar um sol e se refrescar em uma das três piscinas adultas da sede. Os descanso será completo por alguns dias em uma praia próximo de Terra de Areia.

— E como trabalhamos de manhã, mesmo quando voltarmos a trabalhar, podemos vir aqui à tarde. É muito bem organizado, uma ótima opção — elogia Julena.

A procura é tanta que há domingos que a lotação chega a 1,5 mil pessoas. Ainda que somente sócios e convidados possam entrar, há outra sede de sindicato aberta ao público bastante estruturada. O espaço do Sindicato dos Metalúrgicos, na Estrada Velha de Flores da Cunha, tem acesso asfaltado oferece pacotes, disponíveis para famílias inteiras usufruírem da estrutura. As piscinas foram reestruturadas neste ano e são de grande porte. Há cabanas para casais se hospedarem e área de camping. O melhor é que há ônibus que saem do Centro e deixam o associado lá.

— É um lugar muito acolhedor. Brincamos que o nosso clube é o mais barato da cidade. Quem não é da categoria e quer se associar, também abrimos esta possibilidade, porque sabemos que é um lugar de lazer, acessível e que muita gente não abre mão de visitar — afirma o presidente da entidade, Assis Melo.

Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região é uma das opções com piscinas Foto: Porthus Junior / Agencia RBS


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros