Secretaria de Transportes promete multar e guinchar carros do Uber em Caxias a partir desta quinta - Cidades - Pioneiro

Polêmica23/11/2016 | 16h28Atualizada em 23/11/2016 | 16h39

Secretaria de Transportes promete multar e guinchar carros do Uber em Caxias a partir desta quinta

Ações integradas de fiscalização começarão na Estação Férrea

Secretaria de Transportes promete multar e guinchar carros do Uber em Caxias a partir desta quinta Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Prefeitura vai fiscalizar as operações do Uber em Caxias a partir desta quinta-feira Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Temendo ser responsabilizado por não estar cumprindo a lei, o secretário municipal de Trânsito, Manoel Marrachinho, afirma que a prefeitura, a partir desta quinta, começará a fiscalizar o serviço do Uber em Caxias do Sul. As blitze e ações integradas, que envolvem fiscais de trânsito e de transportes, começam na Estação Férrea, que sedia durante três dias o Mississippi Delta Blues Festival. O horário não será divulgado.

Leia mais
Falta de regulamentação cria discórdia entre Uber e taxistas em Caxias
Caxias aguarda posição da Uber para encaminhar projeto de regulamentação
Taxistas discutem ações contra o Uber e ameaçam greve em Caxias
Carros identificados e taxa de R$ 176: o projeto para o Uber em Caxias

O Uber começou a funcionar na cidade em outubro e, enquanto o projeto de regulamentação do serviço de transporte por meio de aplicativos não é enviado para a Câmara de Vereadores e aprovado, o serviço é considerado clandestino pela prefeitura.

— Estou indo contra uma vontade pessoal para não ser responsabilizado por não cumprir a lei. Tentamos dialogar com todos os segmentos envolvidos, mas agora essa é a ação que devemos e vamos tomar. Recebi correspondências formais dos taxistas, da Câmara de Vereadores, me pressionando a tomar uma atitude. Estou tentando avançar nas tratativas desde que o Uber começou a avançar em Caxias, mas está sobrando tudo para mim — afirma.

O motorista que for identificado nas blitze está sujeito a multa de R$ 130,16, além das despesas de guincho. Em Porto Alegre, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) também fiscaliza as operações do Uber, mas diferententemente da Capital, os agentes não vão chamar os motoristas pelo aplicativo para fiscalizá-los, garante Marrachinho:

— Trabalharemos com as blitze e por denúncias.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros