Projeto de regulamentação do Uber volta à Câmara de Vereadores, em Caxias - Cidades - Pioneiro

Polêmica28/11/2016 | 08h05Atualizada em 28/11/2016 | 08h05

Projeto de regulamentação do Uber volta à Câmara de Vereadores, em Caxias

Sábado, taxistas danificaram veículo de motorista o aplicativo próximo à Estação Férrea

Projeto de regulamentação do Uber volta à Câmara de Vereadores, em Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A novela do Uber em Caxias do Sul deve ter um novo capítulo a partir de quarta-feira. Nesse dia, a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) pretende devolver à Câmara de Vereadores o projeto de regulamentação do serviço — que, se aprovado, pode ajudar a minimizar situações como a ocorrida na madrugada de sábado, quando um motorista do Uber foi cercado por um grupo de taxistas ao atender a um chamado de duas clientes próximo à Estação Férrea, e teve o carro danificado após uma série de ataques a chutes e golpes com instrumento de ferro.

— Devemos fazer umas três ou quatro alterações, no máximo — diz o titular da secretaria, Manoel Marrachinho, que prefere não se manifestar sobre o incidente do final de semana pois estava fora da cidade.

O projeto foi protocolado pelo vereador Adiló Didomenico (PTB) no dia 28 de outubro, mesma data em que o serviço de transporte por aplicativo começou a operar em Caxias. Ele é baseado em legislação similar aprovada recentemente em Porto Alegre, com alguns acréscimos. Entre as principais propostas estão uma mensalidade de R$ 176 para cada profissional e a identificação dos veículos. Didomenico admite que alguns itens que vêm sendo questionados por outros vereadores como sendo de competência do Executivo, como a questão da taxa, podem ser deixados de lado num primeiro momento. 

— O importante é termos uma pequena regulamentação, para acalmar os ânimos, mesmo que posteriormente o Executivo a complemente — destaca.

Leia mais:
Motorista do Uber é perseguido e atacado por taxistas em Caxias
Nove veículos do Uber são autuados no primeiro dia de fiscalização
Carros identificados e taxa de R$ 176: o projeto para o Uber em Caxias
Falta de regulamentação cria discórdia entre Uber e taxistas
No primeiro dia em Caxias, Uber mostra que funciona, mas pode melhorar

Secretaria não divulga número de motoristas multados

Em uma ação para barrar a circulação do Uber em Caxias do Sul, a prefeitura realizou fiscalização nos últimos dias próximo à Estação Férrea, onde ocorreu o Mississipi Delta Blues Festival, evento que reúne fãs de música do Brasil inteiro e do exterior.

Na quarta-feira, o governo de Alceu Barbosa Velho (PDT) anunciou que multaria os condutores parceiros do aplicativo enquanto o serviço não estivesse regularizado. Na primeira noite, de quinta para sexta, foram autuados nove pessoas. Os números das noites de sexta e sábado não foram divulgados.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros