Projeto de educação ambiental busca apoiadores para continuar com ações em Caxias do Sul - Cidades - Pioneiro

Rota da Boa Ideia29/11/2016 | 08h53Atualizada em 29/11/2016 | 14h34

Projeto de educação ambiental busca apoiadores para continuar com ações em Caxias do Sul

Projeto já beneficiou 3,6 alunos da rede pública na cidade

Pioneiro
Pioneiro


Em sala de aula, alunos assistem teatro de fantoches e são convidados a firmar compromisso ambiental  Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Uma ação que incentiva as boas práticas no meio ambiente entre estudantes do Ensino Fundamental precisa de apoio para 2017. Desenvolvido há sete anos pelo Instituto Orbis em escolas municipais e estaduais, o Projeto Tega (Trabalhos Educacionais de Ganho Ambiental) já despertou a consciência de preservação da natureza e de recursos em 3,6 mil alunos. 

Leia mais
Aplicativo ajuda a evitar acidentes com crianças esquecidas em carros
Remoção de casas no Vila Amélia II, em Caxias do Sul, é concluída de forma pacífica
Moradores do Cruzeiro, em Caxias, pedem a instalação de sinaleira em esquina perigosa

O principal objetivo é o fortalecimento da educação ambiental, que já é aplicada nas escolas e em casa. Nos três últimos anos, o público-alvo foram as crianças do 4º Ano do Ensino Fundamental das escolas estaduais de Caxias do Sul. Antes disso, o projeto abrangeu alunos da rede municipal. 

— Atualmente, na rede estadual, realizamos o projeto na própria sala de aula das crianças. Quando fazíamos a atividade com as escolas municipais, utilizamos o Moinho da Cascata, às margens do arroio Tega — conta Gabriel Simioni, um dos responsáveis pela ação. 

Para fisgar a atenção da garotada, os organizadores produzem peças de teatro com fantoches, cujo enredo remete à temática ambiental. Ao final de cada encontro, os alunos são instigados a firmar um compromisso, o que inclui cuidados com água, a destinação correta do lixo e a reutilização de materiais, entre outros. 

_ Quando voltamos às escolas, percebemos entre os alunos e professores que existe uma preocupação ambiental maior, seja com o lixo no chão, na separação correta de materiais ou no combate ao desperdício de água. É uma postura que levam também para casa. Os alunos nos relatam a experiência com bastante alegria e entusiasmo _ diz Simioni.

As solicitações e interesse pelo projeto são bastante grandes por parte das escolas, já que ele é realizado gratuitamente através de patrocínio. Para ampliar o projeto, é preciso maior maior contribuição financeira tanto por pessoas físicas quanto jurídicas. 

Quem tiver interesse em ajudar com o trabalho, basta entrar em contato pelo telefone (54) 99972.5851. Mais informações na página facebook.com/institutoorbis.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros