Caxias do Sul registra um divórcio a cada 12 horas - Cidades - Pioneiro

Levantamento25/11/2016 | 07h05Atualizada em 25/11/2016 | 07h06

Caxias do Sul registra um divórcio a cada 12 horas

Dados de 2015 divulgados pelo IBGE ainda apontam que a cada 4h um casal contrai matrimônio

Caxias do Sul registra um divórcio a cada 12 horas Hermínio Nunes/Agencia RBS
m Caxias do Sul, durante todo o ano passado, foram registrados 3.549 casamentos e 978 divórcios Foto: Hermínio Nunes / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Os casais estão se divorciando muito, mas também estão casando mais. Esse é um dos dados revelados por pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre as estatísticas de Registro Civil de 2015. Em Caxias do Sul, durante todo o ano passado, foram registrados 1.953 casamentos e 639 divórcios. Ou seja, a cada 12 horas, um casal pede divórcio na cidade e, em contrapartida, a cada 4 horas outro contrai matrimônio. Os números, de acordo com a psicóloga Patricia Luiza Prigol, que também é terapeuta de casais, podem ser reflexo das relações afetivas atuais, cada vez mais superficiais e passageiras.

— Esse levantamento deflagra um cenário nada promissor. Hoje as pessoas têm facilidade para encontrar seus afetos da mesma forma que têm para desfazê-los. O avanço da tecnologia trouxe um reforço para a descartabilidade — analisa a especialista.

Leia mais
Profissionalismo e inovação amenizam impactos da crise no setor têxtil da Serra 
Vendas de espumante devem crescer neste final de ano em relação a 2015
Lojistas de Caxias acreditam que Black Friday será a 2ª melhor data do ano em vendas

Patrícia ainda acredita que um fator determinante para o número significativo de divórcios em Caxias diz respeito a escolha do parceiro. Ela também afirma que a base das famílias vem sofrendo grandes modificações:

— Muitas escolhas afetivas e conjugais se dão por carência afetiva e por imaturidade no campo emocional. A verdade é que há necessidade das pessoas evoluírem como indivíduos para depois se lançarem à experiência de uma vida a dois.

O levantamento do IBGE ainda apontou que as uniões legais entre cônjuges de sexo diferentes aumentaram 2,7% em 2015 em relação a 2014, enquanto que as de mesmo sexo cresceram 15,7%. A tendência de crescimento dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo, porém, ainda pode ser considerada recente e reflete as mudanças na legislação brasileira que facilitam a formalização das famílias homoafetivas. O Conselho Nacional de Justiça determinou em 2013 que todos os cartórios do país reconhecessem o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O estudo Estatísticas do Registro Civil é resultado da coleta das informações prestadas pelos cartórios de registro civil de pessoas naturais, varas de família, foros ou varas cíveis e os tabelionatos de notas do país.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros