Taxistas voltam a protestar por mais segurança no Centro de Caxias - Cidades - Pioneiro

Manifestação14/10/2016 | 18h05Atualizada em 14/10/2016 | 19h06

Taxistas voltam a protestar por mais segurança no Centro de Caxias

A exemplo do que foi feito na noite de quinta-feira, grupo trancou as vias de tráfego de veículos da Rua Sinimbu, desta vez à tarde

Taxistas voltam a protestar por mais segurança no Centro de Caxias Andrei Andrade/agência rbs
Os motoristas querem chamar a atenção da sociedade e dos órgãos de segurança para o problema que têm enfrentado Foto: Andrei Andrade / agência rbs

A ocorrência de pelo menos 10 assaltos desde a última quarta-feira, todos na Zona Norte de Caxias do Sul, motivou na tarde desta sexta-feira o segundo protesto de taxistas da cidade. A exemplo do que fizeram na noite de quinta-feira, eles trancaram as vias de tráfego da Rua Sinimbu, no centro, deixando livre apenas o corredor de ônibus. A manifestação iniciou por volta de 17h40min e contou com 50 motoristas.

Leia mais
Debate sobre governabilidade vai esquentar entre candidatos de Caxias 
Dez novos guardas municipais começam a atuar segunda-feira em Caxias 
BM prende homem em prisão domiciliar com veículo roubado em Caxias

— A maioria está aqui em solidariedade aos colegas, mas com medo de ser a próxima vítima. Trabalhamos à noite e vemos que o policiamento é fraco, há poucas viaturas circulando. Nossas maiores reivindicações são essas. Mais policiamento e que prendam os que já foram identificados — diz Alisson Ferreira Silva, 30 anos, um dos participantes do protesto.

Os motoristas querem chamar a atenção da sociedade e dos órgãos de segurança para o problema que têm enfrentado. O presidente do Sindicato dos Taxistas de Caxias do Sul, Adail Bernardo da Silva, contudo, considera desnecessária a mobilização, pois tanto a Brigada Militar quanto a Polícia Civil estão colaborando para prender os suspeitos de cometer os crimes.

— É questão de horas ou poucos dias para que a casa desses assaltantes caia. Nós já repassamos as fotos, a Polícia já identificou a sabe o endereço, só que eles estão escondidos. Mas não há razão para trancar ruas nesse momento, apenas se não houvesse ajuda do poder público — comenta Adail. 

Ainda de acordo com o presidente do Sindicato, a suspeita é de que sejam três indivíduos envolvidos nos assaltos recentes, que iniciaram na quarta-feira. Adail destaca que, por saberem que os celulares dos taxistas são rastreados, os assaltantes só levam quantias em dinheiro.

Não há tumulto. A fiscalização de trânsito dá suporte e desvia o fluxo de veículos para as ruas laterais.

problema que têm enfrentado. O presidente do Sindicato dos Taxistas de Caxias do Sul, Adail Bernardo da Silva, contudo, considera desnecessária a mobilização, pois tanto a Brigada Militar quanto a Polícia Civil estão colaborando para prender os suspeitos de cometer os crimes.

— É questão de horas ou poucos dias para que a casa desses assaltantes caia. Nós já repassamos as fotos, a Polícia já identificou a sabe o endereço, só que eles estão escondidos. Mas não há razão para trancar ruas nesse momento, apenas se não houvesse ajuda do poder público — comenta Adail. 

Ainda de acordo com o presidente do Sindicato, a suspeita é de que sejam três indivíduos envolvidos nos assaltos recentes, que iniciaram na quarta-feira. Adail destaca que, por saberem que os celulares dos taxistas são rastreados, os assaltantes só levam quantias em dinheiro.

Não há tumulto. A fiscalização de trânsito dá suporte e desvia o fluxo de veículos para as ruas laterais.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros