Com 20 mortes, mês de outubro é o mais violento do ano em Caxias - Cidades - Pioneiro

Triste estatística18/10/2016 | 07h49Atualizada em 18/10/2016 | 15h46

Com 20 mortes, mês de outubro é o mais violento do ano em Caxias

A cidade soma 120 assassinatos em todo o ano, cinco a mais do que em 2015

Com 20 mortes, mês de outubro é o mais violento do ano em Caxias Porthus Junior/Agencia RBS
Na noite de segunda-feira, seis pessoas morreram em duas ações no Planalto e na Vila Ipiranga Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Antes mesmo de encerrar, o mês de outubro acumula duas tristes estatísticas: além de ser o mês mais violento do ano, ajuda a elevar o número de mortes em 2016 para 120, cinco a mais do que em todo o ano passado. Outubro amarga 20 assassinatos, 14 deles ocorridos nos últimos três dias, entre sábado e segunda-feira. Destes, os seis casos mais recentes aconteceram na noite de segunda: foram duas ocorrências ligadas, nos bairros Planalto e Vila Ipiranga.

Leia mais
"É um cenário cinematográfico", diz oficial da BM sobre confronto em Caxias
"Estavam bem armados e com a certeza do que iriam fazer", diz delegado sobre duplo homicídio em Caxias
Seis pessoas são mortas em menos de uma hora em Caxias do Sul 

Outro dado alarmante: as 14 mortes registradas em um período de três dias correspondem a 70% do total do mês de outubro. Antes do triste recorde, agosto havia sido o mês mais violento de 2016, quando 18 pessoas perderam a vida em ações violentas.

As últimas seis mortes em Caxias foram registradas por volta de 22h30min de segunda-feira. A ação começou quando criminosos efetuaram mais de 40 tiros contra Jonas Almeida de Mello, 26 anos. A companheira dele, Lilian Cassini, 21, também foi executada na ação, ocorrida no bairro Planalto.

Pouco depois, uma perseguição policial acabou surpreendendo os criminosos, que entraram em confronto com a Brigada na Vila Ipiranga, separada do bairro Planalto pela BR-116. Houve tiroteio e quatro criminosos morreram — um quinto homem usava colete a prova de balas e foi internado no Hospital Pompéia, com tiros no braço e no abdômen.

Dos quatro bandidos mortos, três já tiveram a identidade confirmada: Eduardo de Jesus, 19, Eduardo Mascarello, 23, e Rodrigo Pavan, 34. O corpo do quarto morto está no Departamento de Perícias do Interior (DPI), à espera de identificação.

Números de 2016 mês a mês
:: Outubro: 20 mortes (até 18 de outubro)
:: Setembro: 11 mortes
:: Agosto: 18 mortes
:: Julho: 11 mortes
:: Junho: 12 mortes
:: Maio: 11 mortes
:: Abril: 11 mortes
:: Março: 9 mortes
:: Fevereiro: 8 mortes
:: Janeiro: 9 mortes


 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros