Cerca de 14 mil caxienses irão prestar o Enem. Locais das provas serão divulgados nesta terça - Cidades - Pioneiro

Educação18/10/2016 | 08h04Atualizada em 18/10/2016 | 08h09

Cerca de 14 mil caxienses irão prestar o Enem. Locais das provas serão divulgados nesta terça

Enquanto ainda restam três semanas de preparação, confira algumas dicas para ir bem no exame

Cerca de 14 mil caxienses irão prestar o Enem. Locais das provas serão divulgados nesta terça Roni Rigon/Agencia RBS
Lucas Schimmelpfennig tem duas dicas principais: fazer resumos do conteúdo teórico e fazer muitos exercícios de exatas Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Cerca de 14 mil estudantes de Caxias do Sul inscritos para prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) saberão hoje o local onde irão realizar a prova, marcada para 5 e 6 de novembro. Em Caxias, os testes serão aplicados em oito locais: UCS, UniFtec, Colégio Murialdo, Colégio Imigrante, Escola Emílio Meyer, Instituto Cristóvão de Mendoza e Escola Presidente Vargas. A consulta deve ser feita na página do participante do Inep

Leia mais
UCS terá reajuste de 9,15% nas mensalidades em 2017
Idosos sofrem mais com a crise em Caxias do Sul

Restando três semanas de preparação para a prova que pode encaminhar o ingresso no Ensino Superior, uma dica para o candidato otimizar esse período é ler muito, não apenas sobre o conteúdo de aula, mas também o noticiário, e levar até os professores todas as dúvidas. Outra dica diz respeito à própria leitura da prova. Como as questões são longas, é preciso jogo de cintura para abstrair só o que é principal de cada texto.

_ Os alunos ficam angustiados porque as questões são extensas e o tempo é curto. Claro que não dá tempo de ler cada texto três vezes, por isso é preciso saber identificar o principal, para não perder tempo com aquilo que apenas serve para contextualizar a questão _ recomenda a professora de Química do Colégio Emílio Meyer, Vera Varela.

O ex-aluno do Cetec/UCS Lucas Schimmelpfennig, 17 anos,  que obteve média 690 no Enem 2015, considera que tão importante quanto estar atento às aulas, é estudar em casa para ir bem no Enem. Para Lucas, é preciso ir além do que está anotado nos cadernos.

_ Algumas coisas ajudam bastante a estudar em casa. Dos conteúdos mais teóricos, como biologia, vale fazer resumos e colar cartazes nas paredes, que dão um contato mais direto com a informação do que se ela estiver apenas nos cadernos. Outro ponto é fazer bastante exercício, principalmente das disciplinas exatas, como Física e Matemática. É o que vai te dar repertório e preparar para o que o Enem vai cobrar. Na internet há muitos sites com exercícios disponíveis _ destaca o jovem, que apesar da boa nota, não atingiu o índice para ingressar na concorrida faculdade de Medicina e este ano recorreu ao curso pré-vestibular. 

Para o dia da prova, Lucas recomenda uma estratégia que leve em conta o curto tempo para resolver questões que muitas vezes são cansativas: 

_  A prova do Enem não é difícil, porque são questões bem aplicadas e dentro de contextos que ajudam a entendê-las. Mas por isso mesmo ela exige paciência, pois são questões longas e que a tornam cansativa. E são em média dois minutos para responder cada questão, o que é pouco tempo. Minha dica é se dedicar primeiro às matérias que são o teu ponto forte, porque tu resolve mais rápido e sobra mais tempo para as mais difíceis. E no segundo dia, começar pela redação, para usar a criatividade bem descansado, e só depois partir para as objetivas.

Mais de mil colaboradores envolvidos

Além de estudantes e professores, o Enem mobiliza centenas de colaboradores que irão ajudar no dia da aplicação das provas. Em Caxias, esse time conta com 850 fiscais de sala (incluindo atendimento especial), 250 volantes (que fiscalizam corredor e banheiro), 85 apoiadores de limpeza e portaria, além de 55 coordenadores e assistentes, que atuam sob a batuta da titular da 4ª Coordenadoria Regional de Educação, Janice Moraes, eleita para coordenar o Enem 2016 no município:

— É uma verdadeira maratona, que dá bastante trabalho desde a escolha criteriosa dos colaboradores, cada um dentro de sua exigência específica. Cada coordenador tem a responsabilidade de recrutar sua equipe. Por ser um evento tão importante para a educação no nosso país, estar envolvido com ele é uma atividade nobre — comenta Janice. 

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros