Residencial Novo Futuro enfrenta vandalismo em Bento Gonçalves - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Moradias populares13/09/2016 | 07h37Atualizada em 13/09/2016 | 07h49

Residencial Novo Futuro enfrenta vandalismo em Bento Gonçalves

Em função da insegurança, o lugar ganhou até um apelido ingrato: Carandiru

Residencial Novo Futuro enfrenta vandalismo em Bento Gonçalves Jonas Ramos/Agencia RBS
Uma pracinha, com bancos e gramado, está abandonada. Condomínio no bairro Ouro Verde tem cerca de 1,2 mil moradores Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

Mesmo antes de completar cinco anos da inauguração, a estrutura do residencial Novo Futuro, em Bento Gonçalves, não tem mais área de lazer, o chafariz secou e há sérios danos causados pelo vandalismo.

— A pracinha era uma coisa muito linda, mas não durou cinco meses — lamenta a moradora Maria Padilha Silva, 70.

Leia mais:
Residencial Novo Futuro beneficiará 420 famílias em Bento Gonçalves
Presidente Dilma entrega 320 apartamentos do Campos da Serra na segunda, em Caxias
Atraso na entrega dos novos apartamentos do Campos da Serra, em Caxias, angustia beneficiados

Nesta quinta, 140 famílias recebem apartamentos no Residencial Campos da Serra, em Caxias

A guarita que deveria abrigar um porteiro está com porta e janelas quebradas. No salão de festas, o piso inferior foi arrombado e o espaço foi tomado por sujeira. Furadeira, roçadeira e botijão de gás do condomínio foram furtados, além do computador do síndico, Luiz Carlos Jardim. Pelo condomínio, há pichações e até uma geladeira velha abandonada sob uma laje. O síndico alega que há inadimplência entre os moradores e que, por isso, a manutenção é feita conforme possível.

— Tu nem imagina a tristeza que dá ver isso aqui desse jeito — desabafa o síndico.

Confira as últimas notícias do Pioneiro

Em função da insegurança, o lugar ganhou até um apelido ingrato: Carandiru, em referência ao antigo complexo penitenciário de São Paulo. Com medo, moradores preferem não falar sobre vandalismo, tráfico e uso de drogas.

A secretária da Habitação de Bento, Adriana Rigatto Gabbardo, lembra que, embora seja obra do Minha Casa Minha Vida, o condomínio é particular.O campus da UCS de Bento auxilia os moradores em questões de convivência.

— Foi para ajudar as pessoas a viver em grandes grupos. São 1,2 mil pessoas lá, é quase uma Pinto Bandeira — compara.

Futuramente, o município pretende fazer intervenções, como um dia de limpeza e plantio de flores.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros