O terceiro andar do Clube Juvenil em 1965 - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Memória25/06/2016 | 06h49Atualizada em 27/06/2016 | 11h21

O terceiro andar do Clube Juvenil em 1965

Pavimento extra, onde situa-se o salão principal, surgiu no aniversário de 60 anos do clube, fundado em 1905. Após várias sedes provisórias, prédio definitivo da sede social foi inaugurado em 1928

O terceiro andar do Clube Juvenil em 1965 Optica Caxiense/Reprodução
Há 62 anos: o Juvenil com dois andares estampou o guia Caxias do Sul Surpreendente, lançado durante a Festa da Uva de 1954 Foto: Optica Caxiense / Reprodução

Pegando carona no baile de 111 anos de fundação do Clube Juvenil, neste sábado (25), recordamos de um episódio fundamental para a consolidação de diversas atividades e eventos sociais a partir da segunda metade da década de 1960. 

Trata-se da construção do terceiro pavimento, iniciada por volta de 1963 e concluída em 1965, quando o clube celebrava seus 60 anos – o Juvenil foi fundado oficialmente em 1905, mas o icônico prédio da Av. Júlio com a Marquês só seria inaugurado em 8 de setembro de 1928.

Acrobatas alemães agitam o Centro de Caxias em 1957

Varejo do Eberle: um clássico do Centro

Embora a construção de um andar extra tenha movimentado o Centro de 50 anos atrás, são praticamente inexistentes registros dessa obra. O pouco material mantido pelo Arquivo Histórico Municipal dá conta apenas de um projeto de alteração e de duas fotos, mas que não detalham os trabalhos em si.

Na foto maior acima, o prédio em meados de 1954, ainda com os dois pavimentos originais. A imagem foi publicada no Guia Caxias do Sul Surpreendente, lançado durante a Festa da Uva de 1954.

Um guia para a Caxias do Sul de 1954

Na foto abaixo, a esquina da Júlio com a Marquês no início dos anos 1960, onde se vê o Juvenil (à esquerda, também sem o terceiro andar), o prédio do Banco do Estado do Rio Grande do Sul e o antigo casarão de dois pavimentos que daria lugar ao Edifício Zatti (ao lado do Banrisul), onde localizava-se o estúdio do fotógrafo Mauro De Blanco (1923-2010), a quem é atribuída a foto da sequência.

Foi provavelmente da janela de seu estúdio ou do alto desse prédio que De Blanco registrou a imagem, datada de 1970, logo após o surgimento do último andar. 

A nova pintura do Clube Juvenil em 1990

Um passeio pelos antigos salões do Clube Juvenil

Um incêndio agita o Centro de Caxias em 1952

A esquina: o Clube Juvenil (à esquerda) às vésperas de ganhar o novo andar, por volta de 1960. Foto: Optica Caxiense / Divulgação
A novidade: o prédio do Clube Juvenil já com o terceiro pavimento, em 1970 Foto: Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / Divulgação
O prédio em obras: um raro registro dos trabalhos na sede social (ao fundo), em 1965. Trecho da Júlio destaca ainda o novíssimo Edifício Caixa de Fósforo e o prédio do Cine Central. Foto: Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / divulgação

Participe

Você possui imagens da construção do terceiro andar do Clube Juvenil, entre 1962 e 1965? Envie para a coluna ou entre em contato com o Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, pelos fones 3901.1318 e 3218.6114.

Clube Juvenil: 110 anos depois

Escolha da rainha do Clube Juvenil Nóris Curra em 1959

Jardins da Praça Dante Alighieri nos anos 1950


A formiguinha do Edifício Caixa de Fósforo

A construção do Clube Juvenil em 1927. Sede social foi inaugurada no ano seguinte, em 8 de setembro de 1928. Foto: acervo do Arquivo Histórico João Spadari Adami / divulgação
Uma bucólica Rua Marquês do Herval de mão dupla, com o Clube Juvenil ao fundo, o novo prédio do Banco do Brasil, o Cine Guarany e parte do Hotel Menegotto (à direita), em meados dos anos 1950 Foto: Geremia / Divulgação

Leias antigas matérias da coluna Memória

Confira antigas publicações do blog Memória

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros