Alunos do Apolinário montam barracas e ocupam escola em Caxias do Sul - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Ocupação18/05/2016 | 10h39Atualizada em 18/05/2016 | 11h47

Alunos do Apolinário montam barracas e ocupam escola em Caxias do Sul

Estudantes afirmam que manifestação é por tempo indeterminado

Alunos do Apolinário montam barracas e ocupam escola em Caxias do Sul Roni Rigon/ Agência RBS/
Alunos decidiram ocupar a escola após uma assembleia na manhã desta quarta-feira Foto: Roni Rigon/ Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

Os estudantes da Escola Estadual Professor Apolinário Alves dos Santos, em Caxias do Sul, montaram barracas e ocuparam o colégio na manhã desta quarta-feira. Por volta das 8h20min, os alunos, liderados pelo Grêmio Estudantil, realizaram uma assembleia no pátio da instituição e decidiram, por meio de votação, pela realização do ato. 

Confira as últimas notícias do Pioneiro

Na pauta de reivindicações dos estudantes estão desde falta de professor de literatura para os primeiros anos do Ensino Médio e para o turno da noite, até baixo efetivo de funcionários para a limpeza, baixo valor repassado à merenda, laboratório precário e até infestação de ratos.

Foto: Roni Rigon

— A escola recebe R$ 0,33 por aluno, por dia, para a merenda. Se todos fossem comer faltaria comida — reclama a presidente do Grêmio, Júlia Carolina da Silva, 18 anos, aluna do 3º ano do ensino médio.

Leia mais
Alunos arrancam portas de salas de aula em escola de Caxias do Sul
Assembleia aprova reajuste salarial a servidores de cinco órgãos
Declaração de oficial da BM sobre insegurança em Caxias repercute nas redes


Em todo o Rio Grande do Sul, 42 instituições estariam ocupadas por movimentos estudantis. 

Os alunos do Apolinário já montaram duas barracas no pátio da escola. Eles também levaram colchonetes e cobertores e devem contar com mais materiais durante a tarde. Segundo os manifestantes, a ocupação é por tempo indeterminado. Para evitar tumultos, regras foram criadas e deverão ser cumpridas por quem participar do movimento. Entre elas estão a proibição do consumo de bebidas alcoólicas e drogas, além da preservação do patrimônio da escola. 

De acordo com a vice-diretora do turno da manhã, Rute Alves, uma carta aberta emitida pelo Grêmio Estudantil será encaminhada aos pais. Para que os alunos fiquem na escola no turno contrário ao da aula ou para dormir, a direção vai exigir autorização por escrito.

Professores e a direção da escola se reuniram durante a manhã. Cerca de 10 docentes do turno da manhã decidiram aderir à greve estadual. Reuniões devem ser realizadas com os docentes da tarde e da noite, também para definir a posição.

O Apolinário tem cerca de 990 alunos entre os turnos manhã, tarde e noite e aproximadamente 70 professores.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros