Memória: Alonso e um programa de entrevistas na TV Caxias Canal 8 - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

História30/03/2016 | 06h01

Memória: Alonso e um programa de entrevistas na TV Caxias Canal 8

Na imprensa, cabeleireiro fez amizades com nomes como Carmen Tomasi, Paulo Gargioni e Nestor Gollo

Memória: Alonso e um programa de entrevistas na TV Caxias Canal 8 Acervo pessoal/divulgação
Alonso no final dos anos 1970, quando entrevistou os atores Tarcísio Meira e Glória Menezes e o cantor Jair Rodrigues. Foto: Acervo pessoal / divulgação




Dando sequência às memórias do cabeleireiro Alonso Alves Pereira, hoje destacamos a atuação que extrapolou a rotina no famoso salão da Galeria Martinato. Entram aí áreas como a comunicação, como apresentador de TV, colunista e radialista, e a política, como candidato a vereador.

Alonso Cabeleireiros: um clássico da Galeria Martinato

No final dos anos 1970, o sucesso como cabeleireiro, aliado a um vasto conhecimento sobre sociologia, política e antropologia, rendeu a Alonso um convite para participar de um programa de variedades na TV Caxias Canal 8. Foi a época em que entrevistou personalidades como o cantor Jair Rodrigues e o casal de atores Tarcísio Meira e Glória Menezes, na cidade para apresentar a peça Tudo Bem no Ano que Vem.

A voz grave e marcante renderia ainda passagens pelas rádios Caxias e São Francisco. Foi quando Alonso fez amigos como o colunista social Paulo Gargioni, o radialista Nestor Gollo e a apresentadora Carmen Tomasi.

Já seu último trabalho na mídia foi como colunista do extinto Jornal Folha de Hoje, época em que atuou ao lado dos jornalistas Paulo Cancian e Paulo Rodrigues.


Tempos de bata e bocas-de-sino: Alonso (à direita) com Glória Menezes e um integrante do elenco no final dos anos 1970, na TV Caxias Canal 8. Foto: acervo pessoal, divulgação

Na política

O interesse de Alonso pela política surgiu ainda em Canoas, durante o período da ditadura militar - o cabeleireiro chegou a sofrer repressão por sua postura contrária ao regime.

No início da década de 1980, ele resolveu se candidatar a vereador, mas não se elegeu. Foi, então, convidado pelo prefeito Victório Trez a assumir a subprefeitura de Forqueta.


Anos 1970: Alonso e uma de suas mais famosas clientes: a apresentadora Carmen Tomasi. Foto: acervo pessoal, divulgação

Referência

Alonso firmou-se como uma referência profissional na área da beleza. A partir de 1971, desenvolveu técnicas de cortes e penteados e foi professor no Senac, coordenando essa área em todo Brasil. Em Caxias do Sul, lecionou e ensinou muitos profissionais em atividade até hoje.


Sebastião Fogaça e Alonso em ação para embelezar a apresentadora Carmen Tomasi, em meados dos anos 1970. Foto: acervo de família, divulgação

Influência e família

Alonso nasceu em Osório, mas passou boa parte da infância e juventude em Canoas. A escolha da profissão teve influência direta do pai, que atuava como barbeiro.

Já do casamento com a  esposa Neuza nasceram duas filhas, Alexandra e Gisele. O cabeleireiro teve ainda quatro netos. Ele faleceu em 26 de junho de 2015.

* Com a colaboração de Alana Fernandes e Luciano Nichele.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros