Corpo de senegalês morto em Caxias deve chegar ao país de origem no fim da semana - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Burocracia27/02/2016 | 15h35

Corpo de senegalês morto em Caxias deve chegar ao país de origem no fim da semana

Ato pela paz ocorre neste sábado na Praça Dante

Pioneiro
O corpo do senegalês assassinado a tiros em Caxias do Sul na noite da quinta-feira deve chegar ao país de origem somente no fim da semana. Por enquanto, Cheikh Tidiane, 28 anos, está no Instituto Geral de Perícias (IGP). A expectativa é que o primeiro passo para o translado ao Senegal seja dado neste sábado, quando uma funerária deve encaminhar a vítima até São Paulo. O embalsamento deve ser feito em território paulista. Somente após executados trâmites legais é que a família receberá o corpo para velório e enterro. 

Leia as últimas notícias do Pioneiro

— Os familiares estão muito ansiosos, e gostaríamos que o processo todo fosse mais ágil, mas há muita burocracia envolvida — explica a coordenadora do Centro de Atendimento ao Migrante de Caxias do Sul, Irmã Maria do Carmo Gonçalves.

A repatriação do corpo será paga pelos amigos senegaleses que vivem na Serra Gaúcha, que também organizam ato para pedir paz e justiça na tarde deste sábado. A concentração está marcada para 16h na Praça Dante Alighieri.

Conforme o registro policial, Tidiane trabalhava em uma granja na localidade de São João da 4ª Légua, que pertence ao bairro de Galópolis. O suspeito do crime foi preso e solto na manhã da sexta-feira.

Notícias Relacionadas

Insegurança 26/02/2016 | 15h31

Preso por posse irregular de arma, suspeito de matar senegalês paga fiança e é solto

Inicialmente, ele vai responder ao inquérito em liberdade

Homicídio 26/02/2016 | 08h48

Senegalês é assassinado em Caxias do Sul

Cheikh Tidiane foi morto a tiros

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros