Perimetral é alternativa para reduzir trânsito no Centro de Bento Gonçalves - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Proposta23/07/2015 | 14h31

Perimetral é alternativa para reduzir trânsito no Centro de Bento Gonçalves

Proposta será uma das apresentadas em audiência pública nesta quinta-feira sobre mobilidade urbana

Perimetral é alternativa para reduzir trânsito no Centro de Bento Gonçalves Carina Furlanetto / Assessoria de Comunicação Social Prefeitura de Bento Gonçalves/Divulgação
Mudanças de itinerário do transporte coletivo e estações de transbordo serão temas abordados Foto: Carina Furlanetto / Assessoria de Comunicação Social Prefeitura de Bento Gonçalves / Divulgação
Kelly Pelisser/ Rádio Gaúcha Serra

kelly.pelisser@rdgaucha.com.br

O investimento em vias perimetrais como alternativa ao trânsito no Centro de Bento Gonçalves é uma das propostas que serão discutidas nesta quinta-feira em uma audiência pública. O encontro irá apresentar as propostas levantadas pela empresa Plural Consultoria em Planejamento Territorial, que foi contratada via licitação pela prefeitura para elaborar o Plano Municipal de Mobilidade Urbana. A empresa fez um levantamento para apontar quais obras são necessárias para melhorar o fluxo de veículos nos próximos 20 anos em Bento Gonçalves.

Leia todas as últimas notícias do Pioneiro

A audiência pública começa às 19h, na Sala de Cinema da Fundação Casa das Artes. A partir disso, será feita uma minuta para elaboração de um projeto de lei que passará pela aprovação da Câmara de Vereadores. Uma das ideias é aproveitar vias já existentes, que receberiam melhorias e talvez obras em cruzamentos para a criação de uma perimetral para retirar o fluxo do centro. Já que, especialmente, no fim do dia, o movimento se concentra na área central.

— A ideia é executar uma perimetral, não afetando as regiões turísticas. Já existe no plano diretor posições possíveis para isso. O cidadão vai ter que andar alguns quilômetros a mais, porém, chegará mais rápido. Com a malha viária existente e aquela prevista é possível realizar isso fazendo apenas intervenções em cruzamentos a médio prazo. As pessoas acham que uma perimetral tem que ser redonda, mas, não. Queremos fazer com que as pessoas utilizem aquela via como preferencial pela facilidade de tráfego e boas condições — explica o secretário de Mobilidade e Gestão Integrada, Mauro Moro.

Outro dos pontos levantados pela empresa é a necessidade de reformular itinerários de ônibus para reduzir o tempo de viagem.

— As pessoas sempre acham que o ônibus tem que passar na porta de casa. Mas, se andarem 400 metros até a parada, pode ser que economizem meia hora no trânsito. O plano faz uma hierarquia viária e prevê estações de transbordo — esclarece o secretário.

A implantação de ciclovias, ligando regiões da cidade, é outra questão do estudo. Atualmente, Bento não tem nenhuma estrutura desse tipo, apenas uma ciclofaixa de lazer na região do bairro Planalto.

O secretário aponta que o plano traz medidas a longo prazo, que serão realizadas em mais de uma administração municipal. No atual governo, será possível implantar apenas algumas das propostas incluídas no plano, segundo Moro.

— As administrações que se sucederem devem reservar recursos para que tudo isso seja aplicado — pontua o secretário, acrescentando que algumas das soluções apontadas pela empresa já haviam sido levantadas em estudos de governos passados, sem que fossem levadas adiante.

Notícias Relacionadas

Infraestrutura 14/01/2015 | 11h01

Moradores de Bento Gonçalves podem sugerir mudanças de mobilidade urbana do município

Sugestões devem ser enviadas pelo site da prefeitura

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros