Audiência pública para discutir local dos desfiles da Festa da Uva está descartada - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Discussão22/04/2015 | 16h01Atualizada em 22/04/2015 | 19h48

Audiência pública para discutir local dos desfiles da Festa da Uva está descartada

Decisão caberá à comissão formada por um grupo de entidades ligadas à cultura

Audiência pública para discutir local dos desfiles da Festa da Uva está descartada Gabriel Lain/Especial
Sinimbu já é cenário dos desfiles da Festa da Uva Foto: Gabriel Lain / Especial
Pioneiro

A realização de uma audiência pública ou outra forma de participação popular para definir o local do desfile da Festa da Uva 2016 está descartada. A decisão será tomada a portas fechadas por um grupo de entidades ligadas à cultura, escolhidas pela organização do evento.

Diretora de Cultura e Desfile da Comissão Comunitária da Festa da Uva, a secretária municipal de Cutlura, Rubia Frizzo, afirma que algumas pessoas já foram convidadas. Porém, não revela todos os nomes dos integrantes da comissão. Rubia tampouco confirma quantas pessoas integrarão a comissão.

MURAL: Onde os desfiles da Festa da Uva devem ocorrer: na Sinimbu? Na Plácido de Castro? Em outro ponto?

Na segunda-feira, dia 20, a secretária adiantou sete possíveis integrantes do grupo, dos quais seis foram ouvidos pelo Pioneiro - o escritor Jayme Paviani não foi localizado. Se a decisão seguir a tendência dos representantes dessas entidades, em 2016 o desfile seguirá na Rua Sinimbu, mantendo a tradição do evento que, nesta rua, inaugurou a transmissão de TV a cores no Brasil.

Para o diretor-presidente da festa, Edson Néspolo, a decisão precisa ser tomada rapidamente, pois os nove meses que faltam não permitem mais demora. A falta de tempo é um dos motivos por optar por não realizar uma audiência pública para que a comunidade participe diretamente da discussão.

— Tem um pessoal ligado à cultura, com experiência na área. Esse grupo é extremamente qualificado. Não temos tempo suficiente para uma audiência. A gente precisa decidir isso para começar o trabalho, começar a captação de recursos — argumenta Néspolo, defendendo que a população pôde participar do debate durante um seminário realizado em fevereiro.

A previsão do presidente da Festa da Uva é que o futuro do desfile seja definido até o dia 20 de maio. O corso alegórico pode seguir na Rua Sinimbu ou ser transferido para a Rua Plácido de Castro, asfaltada no início do ano para o Carnaval. Há ainda a possibilidade de a comissão indicar algum outro lugar.

O QUE DIZEM OS INDICADOS

"O local que criaram para a Maesa (Plácido de Castro) é interessante, mas o corso tem que ser, na minha opinião particular, na Sinimbu. Os carros não podem estar acima disso. Ali é o palco certo. É um espaço amplo, bonito. Neste momento ainda está no imaginário, no coração das pessoas"
Ana Maria Alberti, presidente do Conselho Municipal de Cultura
 
"Trabalho como voluntário do desfile há seis edições, na parte da infraestrutura e logística. Sou da opinião de manter na Sinimbu pela tradição, pelo cenário da Catedral, que agrega ao evento. Além disso, o trecho da Sinimbu, tanto no comprimento como na largura da quadra, ajuda mais na distribuição do desfile. Se consegue trabalhar com elementos maiores. A largura da quadra na Plácido é menor. Por isso o ideal é que se permaneça na Sinimbu".
Fernando Bertotto, presidente da Associação dos Amigos da Casa da Cultura
 
"Dos problemas de fazer o desfile na Sinimbu, o menor deles é a interrupção do trânsito. Há outros problemas mais sérios de infraestrutura que não serão corrigidos com a simples transferência de lugar, como problemas de acesso, de espaço para o público, de energia elétrica. Isso não se resolverá na Plácido também. Se é para mudar, que seja em definitivo para resolver todos os problemas de infraestrutura. Se é para simplesmente deslocar, que o desfile fique onde está, onde ao menos tem tradição, que é a Sinimbu".
José Clemente Pozenato, escritor
 
"Na próxima semana vamos nos reunir para debater esse assunto. Serão cerca de 20 pessoas da associação pensando sobre isso. Minha opinião particular é de que deve ser feito o que é o melhor para a maioria. Isso é o mais importante. Por isso preciso ouvi-los (os associados)."
Eloisa Tondo, presidente da Associação dos Amigos do Largo da Estação
 
"É conflitivo, porque o argumento primeiro é de que o valor simbólico da Sinimbu não se restringe à rua, mas a esse conjunto de elementos, da paisagem cultural que é a praça (Dante Alighieri), a Catedral e o seu entorno. O conflito maior nem é tanto a obstrução temporária de quadras da Sinimbu, minha preocupação é considerar como se comporta o espectador do desfile para além da Catedral, o que consegue codificar do percurso pelo corso, a começar pela reinvindicação de que o desfile tem que contar uma história. Com relação ao local, eu já fui olhar a Perimetral Norte, ver se lá oferecia uma alternativa condizente com as necessidades do bairro e da festa. Não há espaço para arquibancadas de ambos os lados, nem de um lado só. A Plácido, eu vou olhar metro por metro, mas também acho que não tem. A Catedral e o entorno permitem, com todas as dificuldades que sempre teve, de fazer as arquibancadas. E a Sinimbu tem a seu favor a convergência dos símbolos da cidade".
Cleodes Piazza Júlio Ribeiro, pesquisadora
 
"A questão é o tipo de desfile que será feito. Na verdade, acho que nenhum dos dois é adequado. Primeiro, porque a Sinimbu cria um transtorno muito grande com a questão do trânsito. Também há problemas com a topografia do terreno e os fios de luz. Quanto à Plácido, fui contrária ao asfaltamento. devia ter tido uma consulta para saber se isso cria problemas ao patrimônio. O ideal seria construir, a partir de um estudo técnico, um local que não crie problemas para o trânsito nem para a segurança. É isso o que a nossa cidade merece. Entre os dois lugares (Plácido e Sinimbu), não sei dizer porque não conheço a Plácido depois do asfaltamento e seria até uma incoerência, já que fui contra a pavimentação. A Sinimbu também não é o ideal. Prefiro não opinar".
Tânia Tonet, pesquisadora

Notícias Relacionadas

Discussão 20/04/2015 | 16h31

Local que receberá desfile da Festa da Uva, em Caxias, será definido em um mês

Prazo foi informado nesta segunda-feira, durante anúncio dos nomes da Comissão Comunitária

Festividade 20/04/2015 | 09h32

Festa da Uva de Caxias apresenta comissão comunitária para 2016

Evento foi realizado na manhã desta segunda-feira

Próxima edição 02/04/2015 | 12h46

Dada a largada: Festa da Uva, em Caxias, anuncia datas e nomes da edição de 2016

Soberanas serão conhecidas em setembro

Alterações 21/01/2015 | 14h05

Desfile da Festa da Uva, em Caxias, pode mudar de endereço já na próxima edição

Prefeito Alceu Barbosa Velho não descartou alteração, mas disse que discussões ainda são necessárias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros