'Foi um anjo bom que nos salvou', diz sobrevivente de desmoronamento na ERS-110, em Jaquirana - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Chuvarada05/06/2014 | 16h48Atualizada em 05/06/2014 | 19h58

'Foi um anjo bom que nos salvou', diz sobrevivente de desmoronamento na ERS-110, em Jaquirana

Marisane Souza, 34 anos, se recupera de ferimentos nas pernas, nas costelas e no rosto

'Foi um anjo bom que nos salvou', diz sobrevivente de desmoronamento na ERS-110, em Jaquirana Rodrigo Macedo/Arquivo Pessoal
Foto: Rodrigo Macedo / Arquivo Pessoal

Sobrevivente do desmoronamento da ERS-110, no início da tarde desta quinta-feira, a cabeleireira Marisane Souza, 34 anos, está internada no Hospital Municipal Padre Carlos Aumond, em Jaquirana. Ainda atordoada com o acidente, ela se recupera de ferimentos nas pernas, nas costelas e no rosto.


Marisane havia deixado Jaquirana pouco antes do meio-dia, onde tinha visitado os pais, e dirigia sozinha seu Fiesta em direção a Caxias do Sul, onde mora há nove anos. Na altura do Km 75, a cerca de três quilômetros da cidade, repentinamente, viu o asfalto rachar e um grande bloco da estrada onde estava o carro elevou-se alguns metros, para em seguida, desabar. No momento do acidente, conforme Marisane, chovia muito no trecho. 

— Eu nem consegui ver direito o que estava acontecendo. Foi muito rápido. Vi tudo descendo e quando acordei estava dentro do carro todo amassado e cercada de terra  recorda Marisane, que é filha do secretário de Agricultura de Jaquirana, Dalci de Oliveira.

 

O motorista do veículo que vinha atrás dela, Ivan José Boakoski, 31 anos, que conduzia um Celta, também caiu no buraco. Foi ele quem conseguiu tirar Marisane do carro. Ferida e com dores no corpo, ela e Boakoski não conseguiaram subir sozinhos o barranco que se formou com o desmoronamento. O socorro veio minutos depois, por meio do motorista de uma carreta, que trafegava no sentido Caxias-Jaquirana. 

— Ele jogou uma corda e nos puxou para cima da estrada. Foi com a ajuda dele que consegui ligar para a minha família em Jaquirana para pedir socorro. Nem lembrei de pedir o nome dele. Foi um anjo bom que nos salvou — afirmou Marisane.

A estrada cedeu em uma extensão aproximada de 100 metros. O único acesso para Bom Jesus e Jaquirana agora é pela BR-116, em Vacaria.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros