Monumento ao Imigrante, de Caxias do Sul, será cercado em fevereiro - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Patrimônio histórico07/01/2014 | 07h04

Monumento ao Imigrante, de Caxias do Sul, será cercado em fevereiro

Cercamento deve custar R$ 250 mil

Monumento ao Imigrante, de Caxias do Sul, será cercado em fevereiro Roni Rigon/Agencia RBS
As grades serão instaladas em aproximadamente 530 metros Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Raquel Fronza

No ano em que completa 60 anos, o Monumento Nacional ao Imigrante, situado às margens da BR-116, no bairro Petrópolis, será cercado. A ação visa proteger a construção do mau uso público, já que o entorno se transformou em ponto de encontros sexuais e uso de drogas diariamente, principalmente após o fechamento do museu anexo, às 17h. A largada da obra e outras melhorias devem ser anunciadas durante a visita da presidente Dilma Rousseff à Festa Nacional da Uva, prevista para o dia 20 de fevereiro, abertura do evento.

As grades serão instaladas em aproximadamente 530 metros, cercando todo o terreno, exceto o estacionamento. A cerca de ferro terá dois metros e meio de altura. O acesso a quem deseja visitar o museu, no entanto, não será prejudicado: os portões só ficarão trancados fora do horário de atendimento.

— A grade será bonita, desenhada. Não vai agredir o monumento. A população e os turistas só vão ganhar com a mudança, porque  vão ter o espaço mais seguro — justifica a diretora de Patrimônio Histórico do município, Liliana Henrichs.

A previsão é que a instalação das grades custe, aproximadamente, R$ 250 mil.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros