Uma semana após parede ter desmoronado, obra em prédio no Centro de Caxias do Sul permanece embargada - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Patrimônio03/05/2013 | 06h56

Uma semana após parede ter desmoronado, obra em prédio no Centro de Caxias do Sul permanece embargada

Proprietário precisa providenciar documentos e solicitar desembargo

Uma semana após parede ter desmoronado, obra em prédio no Centro de Caxias do Sul permanece embargada Porthus Junior /Agência RBS
Construção estava sendo demolida para depois ser reerguida com a preservação da fachada histórica Foto: Porthus Junior / Agência RBS

Está cercado por indefinições o prédio do Centro de Caxias, entre a Avenida Julio de Castilhos e a Rua Marechal Floriano, cuja parede desmoronou há uma semana. A obra permanece embargada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

A construção estava sendo demolida para depois ser reerguida com a preservação da fachada histórica. Gerente do MTE em Caxias, Vanius Corte explica que o embargo permanece até que a construtora solicite o desembargo e apresente os documentos necessários. Por enquanto, só é permitido executar medidas para garantir a segurança, como a instalação de guarda-corpos, por exemplo. O proprietário do prédio, Euclides Smiderle, explica que está trabalhando para providenciar a documentação, bastante extensa.

À frente da Comissão Específica e Permanente de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural, Liliana Henrichs explica que aguarda documentos do proprietário para que os integrantes da comissão se encontrem e a partir daí, definam o que pode ser feito e os próximos passos.

PIONEIRO

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros