"Vamos ter que fazer mudanças", diz técnico do Caxias após nova derrota - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Série D18/10/2020 | 18h20Atualizada em 18/10/2020 | 18h20

 "Vamos ter que fazer mudanças", diz técnico do Caxias após nova derrota

Lacerda admitiu que equipe perdeu a confiança e irá mexer nos titulares

 "Vamos ter que fazer mudanças", diz técnico do Caxias após nova derrota Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O técnico Rafael Lacerda admitiu que o time do Caxias não está na sua melhor fase técnica e também está perdendo a confiança. Segundo o comandante, o Novorizontino mereceu a vitória no Estádio Centenário, por 1 a 0, e prometeu mudanças na equipe titular para o reencontro das equipes na próxima quinta-feira (22), no interior paulista.

— Fizemos uma má partida, principalmente no primeiro tempo. O Novorizontino envolveu a nossa equipe, nosso time parece que perdeu um pouco da confiança. Teremos mais uma dificuldade na quinta-feira, então vamos ter que reavaliar o nosso time. Vamos ter que fazer mudanças. Alguns jogadores sentiram o desgaste da sequência de jogos e de viagens, precisamos colocar um gás a mais — afirmou o técnico.

Leia mais
Caxias perde para o Novorizontino e chega a quatro partidas sem vitória

Uma das principais características da equipe grená é ter uma leitura rápida do adversário e conseguir explorar as deficiências rivais. No entanto, desde a derrota para o São Luiz, por 2 a 1, também no Centenário, o time parece ter perdido essa capacidade. No jogo diante do Tigre do interior paulista, ficou preso na marcação e produziu muito pouco para conseguir um resultado diferente. Para Lacerda, o time precisa retomar a confiança:

— Nosso time tecnicamente não está bem. O Caxias sempre teve essa qualidade (de leitura de jogo) e não desaprendeu, mas sinto que os jogadores perderam um pouco da confiança. É um grupo experiente. A gente conversou e não pode se abater por uma derrota. O que estava fora da curva era a derrota para o São Luiz em casa, que ninguém esperava. A confiança precisa voltar — afirmou. 

O treinador tem duas dúvidas, já que o lateral Bruno Ré e o atacante Bruninho saíram lesionados. Além dessas posições, outras mudanças deverão ocorrer nos titulares.

Leia também
Operação Dispersão: Fiscalização da Prefeitura fecha bar com mais de 100 pessoas na zona norte
Quase 7 mil crianças e adolescentes comparecem ao Dia "D" de vacinação

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros