Na briga pelo acesso, Juventude não pretende negociar atletas até o fim da temporada - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Série B26/10/2020 | 17h30Atualizada em 26/10/2020 | 17h30

Na briga pelo acesso, Juventude não pretende negociar atletas até o fim da temporada

Somente propostas irrecusáveis poderão ser analisadas pela direção

Na briga pelo acesso, Juventude não pretende negociar atletas até o fim da temporada Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A grande campanha do Juventude na Série B do Campeonato Brasileiro valorizou os atletas alviverdes. Clubes da primeira divisão e, até mesmo, do Exterior têm demonstrado interesse em alguns jogadores. O principal nome é o atacante Breno, artilheiro da equipe na Série B com nove gols. Sport, Bragantino e, por último, Atlético-MG fizeram sondagens pelo jogador.

Leia Mais
CBF muda arbitragem de Grêmio x Juventude e jogo será comandado por gaúcho

Entretanto, o Juventude tem o objetivo de brigar pelo acesso à Série A e, por isso, não apresenta intenção de negociar nenhum jogador até o final da temporada. Somente em caso de propostas irrecusáveis. Empréstimo, nem pensar. 

— Teve sondagens de empresários, de alguém ligado à direção de clubes, mas não teve nada documentado. Tem vários contatos, mas estamos focados na Copa do Brasil e Série B. O momento não é de fazer negócio. Neste ano, a possibilidade de alguém sair é quase zero. Só se for uma proposta irrecusável. Nosso projeto é até 31 de janeiro (quando acaba a temporada) não liberar ninguém — disse Osvaldo Pioner, vice-presidente de futebol do Juventude. 

O Juventude ainda busca reforços para a sequência da temporada. O clube pode anunciar nos próximos dias novos nomes para o elenco alviverde. 

Leia Também
"Não é possível abrir mão de receita", diz candidato a prefeito de Caxias à direção da CIC


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros