Juventude joga bem, desperdiça chance incrível e perde para o Grêmio na Arena - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Copa do Brasil29/10/2020 | 23h26Atualizada em 29/10/2020 | 23h29

Juventude joga bem, desperdiça chance incrível e perde para o Grêmio na Arena

No jogo da ida das oitavas, equipe alviverde tem bom desempenho

Juventude joga bem, desperdiça chance incrível e perde para o Grêmio na Arena Isadora Neumann/Agencia RBS
Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS

Não foi dessa vez que o Juventude conseguiu vencer na Arena, em Porto Alegre. Porém, mesmo com a derrota desta quinta-feira (29), por 1 a 0 para o Grêmio, na Arena, em Porto Alegre, a equipe alviverde segue muito viva na busca por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

Na partida de volta, no Estádio Alfredo Jaconi, na próxima quinta-feira (5), qualquer vitória por um gol de vantagem do time do técnico Pintado levará a decisão para os pênaltis. Se ganhar por dois ou mais de diferença, a vaga fica com o Papo. Novo triunfo tricolor ou empate fazem com que o Grêmio avance.

Leia mais
Juventude vence o Paysandu e chega a liderança do grupo no Brasileirão de Aspirantes

O jogo mal havia começado e o Juventude já teve uma baixa da ideia inicial de Pintado. O  Wagner foi tentar bloquear Diogo Barbosa e se chocou com o lateral gremista. O meia alviverde teve um entorse e precisou sair com três minutos de jogo.

Aos 8, porém, a situação ficou pior. O Grêmio saiu rápido da defesa e a bola chegou até Pepê. O camisa 25 tricolor deu um passe em profundidade para Isaque invadir a área e mandar para a rede, mesmo com o desvio em Marcelo Carné: 1 a 0 Grêmio.

O Juventude só foi chegar ao gol de Vanderlei aos 19. Breno recebeu às costas da defesa e rolou para Igor. O lateral alviverde chutou na marcação, mas ficou com a sobra e passou para Dalberto. O atacante arriscou à direita da meta gremista.

Passado o susto inicial, o Juventude começou a ganhar espaço no campo de ataque. Assim, aos 28, Breno tabelou com Eltinho e recebeu na intermediária, limpou a marcação e finalizou. A bola foi desviada pelo goleiro gremista com as pontas dos dedos.

Aos 39, enquanto tentava abafar o Grêmio na Arena, o Juventude quase levou o segundo em um contra-ataque. Bochecha errou o passe no meio campo e os mandantes avançaram em velocidade. A bola sobrou para Ferreira, aberto pela esquerda. Marcelo Carné saiu do gol e tirou o espaço para finalização apertada do atacante rival.

Mesmo perdendo, o Juventude foi ao vestiário em condição mais igual ao Grêmio.

Depois de um primeiro tempo animado e cheio de opções para ambas equipes, a segunda etapa veio mais lenta. Tanto que a primeira chegada mais perigosa só veio aos 18. Ferreira recebeu no campo de ataque do Grêmio e, com a canhota, mandou por cima de gol de Carné.

No lance que poderia mudar o jogo, aos 34, o artilheiro do Juventude na Série B perdeu um gol feito. Avanço rápido e a bola chegou até Rafael Silva, que viu Breno centralizado, livre e com Vanderlei batido. O camisa 11 alviverde, incrivelmente, mandou por cima da meta gremista. O empate esteve no pé direito do homem-gol alviverde.

Dois minutos depois, quase que o castigo veio. Pepê cortou para a perna direita e finalizou para bela defesa do goleiro alviverde. No último lance, aos 48, Igor cobrou falta buscando o canto esquerdo de Vanderlei, mas a bola bate na rede, pelo lado de fora.

Por conta do erro na reta final, ficou a sensação para o Juventude de que poderia ter conseguido algo mais na Arena.


FICHA TÉCNICA
Copa do Brasil - Oitavas de final
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Data: 29/10/2020
Grêmio 1x0 Juventude
Gols: Isaque (G), aos 8min do primeiro tempo.
GRÊMIO: Vanderlei, Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Everton, 37/2°) e Matheus Henrique; Ferreira (Thaciano, 25/2°), Isaque (Jean Pyerre, 25/2°) e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi.
JUVENTUDE:Marcelo Carné, Igor, Wellington, Nery Bareiro e Eltinho; João Paulo, Gustavo Bochecha (Marciel, intervalo); Wagner (Capixaba, 3/1°), Renato Cajá (Rafael Silva, 19/2°) e Breno; Dalberto (Gabriel Bispo, 23/2°). Técnico: Pintado
Árbitro: Anderson Daronco (RS), auxiliado por Rafael da Silva Alves (RS) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP). VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: João Paulo (J) Pepê (G)



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros