"Foi a nossa pior partida do ano", diz técnico do Caxias após derrota para o Marcílio - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Série D14/10/2020 | 23h29Atualizada em 14/10/2020 | 23h29

"Foi a nossa pior partida do ano", diz técnico do Caxias após derrota para o Marcílio

Rafael Lacerda não gostou da postura apática na marcação em Itajaí

"Foi a nossa pior partida do ano", diz técnico do Caxias após derrota para o Marcílio Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

O Caxias perdeu para o Marcílio Dias e não teve bom desempenho. A atuação grená não agradou ao técnico Rafael Lacerda, que avaliou como apática a postura da equipe com muitos erros na marcação. O setor defensivo voltou a errar. Na Série D, a defesa já tomou seis gols em seis partidas. No Gauchão, em 15 jogos foram 10 gols sofridos.

Leia Mais
Com repetição de time, Caxias está escalado para enfrentar o Marcílio Dias Caxias perde para o Marcílio Dias e deixa a liderança do grupo A-8 

— Até posso estar errado, mas foram seis gols tomados e a equipe no Gauchão tinha uma consistência defensiva muito grande e só teve uma mudança de jogador. Não pode decair tanto assim. Foi um lance bobo, que gente teve. Claro, que temos que tentar melhor e evoluir. Vamos mostrar os gols que temos tomando, porque a gente sempre prioriza uma defesa consistente — afirmou Lacerda, que completou sobre a atuação:

— A gente escapou de sair perdendo no primeiro tempo. Foi a nossa pior partida do ano. Eu aceito não jogar bem, acontece. O que eu não aceito é apatia, um time com marcação muito abaixo. Isso não aceito. Não é a cara desse grupo. Mas, a responsabilidade da derrota é minha. 

Sobre os erros cometidos neste jogo, Lacerda comentou sobre a falta de criação, mesmo com posse de bola superior, e principalmente a marcação com muitos defeitos durante todo o jogo contra o Marcílio.

— Tivemos mais posse bola no primeiro tempo e no segundo, mas as principais chances foram do Marcílio. Não adianta isso e o resultado não vir. Nossa marcação esteve distante. A derrota passa por a gente não ter o ímpeto da marcação. Liga o sinal de alerta. A gente precisa voltar a vencer  e continuar na parte de cima da tabela. A gente criou uma gordura nas rodadas iniciais e agora perdemos — analisou Lacerda.

Com a derrota para o Marcílio Dias, o Caxias está há três rodadas sem vencer na Série D. Perdeu para o São Luiz em casa, empatou com o Joinville fora e agora mais esse resultado negativo. Pela primeira vez na temporada, o time grená fica mais de dois jogos sem vencer na sequência.

— Não estou tranquilo, porque ninguém gosta de não vencer. Mas, temos que lembrar a campanha. O Caxias hoje está em segundo lugar. A derrota não é boa, ninguém gosta de perder, mas temos que tirar as lições. Não adianta dizer que vai subir, porque fomos vice no Gauchão. A Série D é extramente difícil. O Marcílio mereceu o resultado, pela apatia da nossa equipe. Caxias está em segundo lugar e temos um grupo experiente que vai saber filtrar as coisas para gente voltar a vencer — finalizou o treinador. 

Leia Também
Confira alguns momentos do horário eleitoral de Caxias do Sul
Já assistimos ao documentário sobre o Blackpink, que entrou em cartaz nesta quarta

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros