Com gol de Dalberto, Juventude derrota o Operário-PR e entra, momentaneamente, no G-4 - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Série B29/09/2020 | 21h41Atualizada em 29/09/2020 | 21h41

Com gol de Dalberto, Juventude derrota o Operário-PR e entra, momentaneamente, no G-4

Na primeira etapa, goleiro Marcelo Carné defendeu um pênalti 

Com gol de Dalberto, Juventude derrota o Operário-PR e entra, momentaneamente, no G-4 Porthus Junior/Agencia RBS
Dalberto marcou o gol da vitória na segunda etapa Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O Juventude conquistou sua quinta vitória na Série B do Brasileiro. Nesta terça-feira (29), a equipe alviverde derrotou o Operário pelo placar de 1 a 0 e subiu na tabela de classificação. Acabou a partida no G-4, posição que só perderá no caso de a Chapecoense derrotar o Paraná, em duelo que também será disputado nesta noite.

Com o resultado, o Ju chegou a 19 pontos em 36 disputados, com 52,8% de aproveitamento. Na próxima rodada, o time de Pintado enfrenta a Ponte Preta, sábado, às 19h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. 

Leia mais:
Juventude confirma renovação de contrato do lateral-direito Igor

Nesta terça, o Juventude teve a primeira chance de abrir o placar. Aos quatro minutos. Renato Cajá finalizou de fora da área e a defesa adversária afastou para escanteio. Em um confronto aberto, os times buscavam o ataque. 

A primeira participação de Marcelo Carné veio aos 14. Roger bateu forte para o gol, mas o goleiro do Juventude fez a defesa. No lance seguinte, aos 15, o lateral-direito Igor cometeu pênalti ao colocar o braço na bola. Novamente, Carné levou a melhor sobre Roger. O atacante do Operário-PR bateu fraco e o arqueiro fez a defesa com tranquilidade. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 29/09/2020. Juventude x Operário, jogo válido pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2020 e realizado no estádio Alfredo Jaconi. (Porthus Junior/Agência RBS)<!-- NICAID(14604677) -->
Marcelo Carné defendeu pênalti cobrado por RogerFoto: Porthus Junior / Agencia RBS

O Ju tinha a posse de bola, mas o Operário era mais perigoso. Aos 35, em contra-ataque de Jean Carlo, o meia finalizou para fora. Logo na sequência, na resposta alviverde, aos 37, João Paulo dominou na intermediária e mandou para o gol, mas Thiago Braga espalmou para fora. 

O Ju ainda tentou com Renato Cajá, aos 42. O camisa 10 deu o passe para Dalberto, dentro da área, mas o atacante demorou para finalizar. Os mandantes terminaram a primeira etapa com mais posse de bola, mas sem conseguir converter o domínio territorial em chances de gol.

Gol de Dalberto garantiu os três pontos 

Na segunda etapa, com Wagner na vaga de Renato Cajá, a primeira chance foi alviverde. Aos três, Igor cruzou, mas Dalberto não conseguiu finalizar. Wagner tentou completar no rebote, mas a defesa adversária afastou. Eltinho ainda teve chance, de fora da área, mas chutou muito forte, sem perigo para o goleiro Thiago Braga. Aos oito, mais uma boa chegada pelo lado direito. Igor cruzou e Dalberto cabeceou para o gol, mas o goleiro adversário fez uma linda defesa no ângulo. 

O time do técnico Pintado voltou do intervalo mais ofensivo, levando perigo à meta adversária. E, aos 10 minutos, teve mais uma grande chance de abrir o placar, desta vez com Eltinho. Após jogada trabalhada pelo lado direito, Igor cruzou e a bola atravessou toda área e se ofereceu para o lateral-esquerdo, que bateu forte, mas para fora. 

De tanto insistir, o gol veio aos 18. Wagner recebeu na meia esquerda e cruzou para Dalberto, que subiu mais alto que o zagueiro Sosa e cabeceou para o fundo das redes: 1 a 0. 

O Operário-PR tentava reagir, mas sem levar perigo ao Juventude. Aos 31, Tomas Bastos cobrou falta e Fabiano, em posição de impedimento, cabeceou muito próximo da trave, na melhor chance dos visitantes na segunda etapa.

 O Ju ainda teve a chance de ampliar aos 37, com Wagner. O meia recebeu no meio da área e bateu de primeira, de pé direito, mas Thiago Braga fez a defesa. O time paranaense ainda tentou o empate aos 49, com cobrança de falta do goleiro Thiago Braga, mas a arbitragem marcou falta de ataque e apitou o fim de jogo, com vitória alviverde. A quinta na Série B. 

FICHA TÉCNICA
Juventude 1x0 Operário-PR

Campeonato Brasileiro da Série B - 12ª rodada
Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. 

JUVENTUDE: Marcelo Carné; Igor, Wellington, Augusto e Eltinho; João Paulo, Gustavo Bochecha e Renato Cajá (Wagner, intervalo); Breno (Roberto, 35'/2º), Dalberto (Rafael Silva, 21'/2º) e Capixaba (Marciel, 27'/2º). Técnico: Pintado. 

OPERÁRIO-PR: Thiago Braga; Sávio, Rafael Bonfim, Sosa e Fabiano; Pedro Ken, Marcelo (Clayton, 25'/2º), Tomas Bastos (Mazinho, 40'/2º) e Jean Carlo (Maranhão, int.; depois Rafael Chorão, 39'/2º); Lucas Batatinha e Roger (Schumacher, 25'/2º). Técnico: Gérson Gusmão.

Gol: Dalberto, aos 18 minutos do segundo tempo.
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e  Márcio Iglésias Araújo Silva. O trio é piauiense.
Cartões Amarelos: Pedro Ken e Schumacher (O); Roberto (J).

Leia também:
Centroavante do Caxias projeta reencontro com o seu ex-clube pela Série D do Brasileirão
De olho na base: conheça o lateral-direito Lucas Ochôa, do Juventude

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros