Parceria e produtividade: como o Juventude encaminha contratação de atacante e meia - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Reforços12/08/2020 | 18h18Atualizada em 12/08/2020 | 18h18

Parceria e produtividade: como o Juventude encaminha contratação de atacante e meia

Detalhes finais são acertados para anúncio de dois atletas para a disputa da Série B

Parceria e produtividade: como o Juventude encaminha contratação de atacante e meia Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O Juventude é 100% na Série B do Campeonato Brasileiro. Em duas rodadas, duas vitórias. No entanto, a direção continua trabalhando para reforçar o elenco alviverde. O centroavante Gabriel Novaes e o meia Wagner são peças encaminhadas para reforçar o grupo. Detalhes finais são definidos para a oficialização de ambos. Os acertos envolvem parceria com clube da Série A e outro com contrato de produtividade.

Leia Mais
Vice de futebol do Juventude diz que acordos com reforços estão encaminhados 

O meia Wagner está com 35 anos. O jogador foi revelado pelo América-MG e teve destaque por Cruzeiro, Fluminense e Vasco. No clube de Minas jogou de 2004 a 2009 e foi vice-campeão da Libertadores de 2009. Seu último clube foi o Al Khor, do Catar. No Brasil, o último time foi o Vasco, em 2018. No currículo de títulos, possui três campeonatos mineiros, e, pelo Flu, um Carioca e o Brasileiro de 2012.

O acerto com o Juventude é por um salário baixo e diretamente relacionado a sua produtividade. Se confirmado, será peça para substituir Renato Cajá, ou atuar junto, em momentos que precisar. O outro meia, Carlos Eduardo, passará por um período de trabalhos físicos para equilíbrio e força muscular.

Já o centroavante Gabriel Novaes, 21 anos, tem contrato com o São Paulo até dezembro de 2022. Em 2019, foi um dos grandes destaques da equipe do Morumbi no título da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Ele marcou 10 gols e foi artilheiro isolado. Esse acerto inclui jovens da base alviverde com o clube paulista.

— Não paramos de contratar nunca. O Gabriel está vindo numa situação de parceria grande com o São Paulo. Eu diria que uns 70% do salário é o São Paulo quem paga. Nós vamos pagar um valor relativamente baixo. O Wagner, se confirmar, é numa mesma condição. A gente tem recebido muitos contatos. Acho que estão vendo que estamos organizados e fazendo um trabalho sério — disse o vice-presidente de futebol alviverde, Osvaldo Pioner. 

Revelado nas categorias de base do São Paulo, Gabriel Novaes ficou perto de acertar com Botafogo e Chapecoense nesta temporada, também por empréstimo, mas as duas negociações não evoluíram. 

No ano passado, Gabriel Novaes foi emprestado ao Barcelona B com opção de compra fixada no contrato, após a conquista da Copa São Paulo. Depois, foi repassado ao Córdoba, da segunda divisão espanhola, por não ter oportunidades no clube catalão.

Leia Também
Polícia Civil prende suspeitos de assassinato dentro de boate em Caxias do Sul

 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros