De virada, Juventude derrota o CRB na estreia da Segunda Divisão nacional - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Série B08/08/2020 | 13h07Atualizada em 08/08/2020 | 13h10

De virada, Juventude derrota o CRB na estreia da Segunda Divisão nacional

No Alfredo Jaconi, equipe alviverde perdeu pênalti, mas fez 2 a 1 no rival alagoano, com gols de Cajá e Breno

De virada, Juventude derrota o CRB na estreia da Segunda Divisão nacional Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

De virada, o Juventude venceu o CRB e estreou com o pé direito na Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (8), a equipe alviverde fez 2 a 1 no atual campeão alagoano. Léo Gamalho abriu o placar para os visitantes, mas Renato Cajá e Breno garantiram os três pontos para o time do técnico Pintado.

Leia Mais
Como chegam os 19 adversários do Juventude na Série B do Campeonato Brasileiro

Sem tempo para descanso, o Ju viaja neste domingo para o Maranhão. Na terça-feira (11), o adversário será o Sampaio Corrêa, às 19h15min. 

A Segunda Divisão começou para o Juventude de forma complicada, com o time sofrendo um gol logo de cara. Com menos de dois minutos de partida, o CRB trocou passes com alguma facilidade e Erik teve liberdade pela esquerda antes de cruzar na segunda trave. O centroavante Léo Gamalho, sem marcação, cabeceou no canto, sem dar chances para Marcelo Cané.

A desconcentração inicial custou caro e o Juventude demorou a entrar na partida. Na primeira chance mais clara, veio a oportunidade do empate. Breno cruzou da esquerda e o cabeceio de Dalberto acertou a mão de Xandão, dentro da área. Pênalti para o Juventude. Renato Cajá foi para a cobrança, mas o goleiro Victor Souza fez a defesa.

Logo na sequência do lance, Dalberto finalizou e o goleiro do CRB salvou de novo. A dupla de atacantes seguiu levando perigo e o camisa 9 do Ju recebeu cruzamento de Breno, ganhou da zaga na área, mas errou a finalização.

O time do técnico Pintado tinha o controle da posse de bola, mas encontrava dificuldades para infiltrar pelo centro da defesa  adversária. Restavam os chutes de longa distância. Aos 21, Cajá cobrou falta pela meia esquerda e Marciel desviou de cabeça para fora. Sete minutos depois, Gabriel Bispo cobrou falta de longe e a bola passou perto da trave.

De tanto insistir o gol de empate saiu aos 34. Após boa triangulação entre Marciel e Hélder, o lateral cruzou para a área e a defesa alagoana afastou. No rebote, de pé direito, Cajá finalizou forte, a bola desviou em Xandão foi parar na rede: 1 a 1. 

Com a igualdade no placar, o Ju seguiu com maior posse de bola, mas, no primeiro tempo, quem teve a chance clara do segundo gol foi o visitante. Aos 48, Erik tabelou com Diego Torres e recebeu cara a cara com Carné. Ele driblou o goleiro, mas Reynaldo apareceu para evitar que o CRB marcasse.

Na segunda etapa, o Ju voltou disposto a conseguir a virada. Logo no primeiro minuto, Breno fez grande jogada individual e chutou forte de pé esquerdo. Victor Souza fez grande defesa.

Aos 11, Cajá recebeu na meia esquerda, deu um lindo drible curto e mandou uma bomba de fora da área. Mais uma vez, o goleiro alagoano evitou o gol.

Só que, no lance seguinte, não teve jeito. O camisa 10 do Juventude teve liberdade no meio e serviu Breno. Ele só tirou do goleiro e virou o placar: 2 a 1.

Com a vantagem no placar e uma série de modificações realizadas pelos dois lados, o jogo ficou mais aberto e o CRB levou perigo. Aos 37, em boa troca de passes pelo lado direito, João Carlos recebeu na área e finalizou para grande defesa em dois tempos de Carné. Apesar da tentativa de pressão dos alagoanos no fim, o Juventude segurou o resultado e comemorou os três primeiros pontos na classificação.

Leia Também
Semana da Juventude começa na segunda-feira em Caxias do Sul
Federação Gaúcha de Futebol e clubes discutem retorno da Divisão de Acesso


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros