Apresentado no Juventude, Roberto diz que união do grupo é decisiva na busca do acesso - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Série B06/08/2020 | 19h30Atualizada em 06/08/2020 | 19h30

Apresentado no Juventude, Roberto diz que união do grupo é decisiva na busca do acesso

Atacante de 34 anos estava no Oeste-SP antes da vinda para o alviverde

Apresentado no Juventude, Roberto diz que união do grupo é decisiva na busca do acesso Gabriel Tadiotto / Juventude, Divulgação/Juventude, Divulgação
Foto: Gabriel Tadiotto / Juventude, Divulgação / Juventude, Divulgação

O Juventude apresentou nesta quinta-feira (6) os dois mais recentes reforços contratados na semana para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Um deles é o atacante Roberto, de 34 anos, que estava no Oeste-SP e chegou na quarta-feira (5) ao Estádio Alfredo Jaconi.

Leia mais
Hélder é apresentado no Juventude e fala em objetivo de acesso para ficar na história
Como chegam os 19 adversários do Juventude na Série B do Campeonato Brasileiro

Como o jogador vinha trabalhando com a equipe paulista, que também disputará a Segunda Divisão nacional, poderá ficar à disposição do técnico Pintado para o jogo do sábado (8), às 11h, contra o CRB, no Jaconi.

Empresariado pela LA Sports, parceira do Juventude, Roberto pode desempenhar várias funções ofensivas, apesar de não esconder a preferência:

— Centralizado foram poucas vezes que eu joguei. Me sinto mais à vontade jogando do lado do campo, como ponta mesmo. 

Depois de várias participações na Série B, o atacante traz para o Juventude a rodagem e o conhecimento para que os objetivos do clube na competição sejam alcançados. Para Roberto, há uma série de fatores que determinam uma boa campanha na Segunda Divisão:

— Primeiro, é a união de todos. Não só de jogadores, mas é um conjunto. Diretoria, com a comissão, os jogadores e a torcida, que faz muita diferença, mas que infelizmente com essa pandemia, não vai ter. A torcida do Juventude é apaixonada pelo clube, que vem e entra de cabeça. Acredito que eles vão estar juntos em pensamento.

Antes do Oeste, o jogador teve passagens recentemente por Ponte Preta, Ceará, Criciúma e Avaí. Pela experiência adquirida e pelos bons resultados conquistados em várias dessas equipes, Roberto confia que há uma forma correta de trabalhar para buscar o acesso.

— Principalmente, não oscilar. Os jogos em casa são fundamentais. Esse ano vai ser mais difícil ainda, pois vai ser um calendário apertado, muitas viagens, então tem que ter um grupo grande. Jogadores experientes, sim, com a mescla de novos. E todos estarem focados em um objetivo, que no caso é o acesso — afirma o atacante, pregando a união da equipe:

— Não adianta metade do time estar para um lado e o resto para o outro. Tem que estar todo mundo focado num objetivo, que lá na frente, no final, a chance de dar certo é muito maior.

Confira a íntegra da coletiva divulgada pelo Juventude, atendendo as medidas de distanciamento social durante a pandemia do novo coronavírus.

Leia também
Confraternizações de Dia dos Pais podem ser fator de risco, diz infectologista de Caxias do Sul


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros