Intervalo: o que pensa Carlos Moraes, técnico do Esportivo, sobre o trabalho no retorno do Gauchão - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião14/07/2020 | 20h54Atualizada em 14/07/2020 | 20h54

Intervalo: o que pensa Carlos Moraes, técnico do Esportivo, sobre o trabalho no retorno do Gauchão

Equipe de Bento Gonçalves pode garantir vaga em competições nacionais

Intervalo: o que pensa Carlos Moraes, técnico do Esportivo, sobre o trabalho no retorno do Gauchão Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

O Gauchão será retomado na próxima semana e, depois de muitos dias com foco em trabalhos físicos, a atenção dos times que disputam o Estadual se concentra na parte técnica e tática.

Leia mais
Intervalo: é uma fase, não um novo normal do futebol

Por isso, vamos trazer os pensamentos dos técnicos dos times serranos que estão na elite do futebol gaúcho. Como forma de aquecimento para o retorno da edição local do Show dos Esportes, na Rádio Gaúcha Serra, vamos fazer essa conversa no formato de um dos quadros de mais sucesso do programa: em três perguntas.

Para abrir essa série, conversamos com Carlos Moraes, técnico do Esportivo, de Bento Gonçalves. O alviazul tem três jogos pela frente para tentar garantir uma vaga na Série D e buscar o título do interior, o que o levará também para a Copa do Brasil em 2021.

Pioneiro: Como é treinar taticamente um time para a reestreia com cerca de uma semana de treino coletivo?

Carlos Moraes: Na verdade, o tempo é curto. Durante a fase da pandemia trabalhamos em vídeo-treino. Mais para trabalhar a questão individual, mas não é a mesma coisa. O que nos ajuda bastante é o fato de já conhecermos o grupo. Vários processos a gente consegue passar e já acelerar em função da competição que começa daqui a pouco. Vamos conseguir trabalhar aquilo que já tínhamos de base lá atrás. A vantagem é conhecer individualmente os jogadores  e eles saberem a forma de trabalho, aquilo que se propõe na parte tática e a todo o modelo de jogo. Até as variações que temos feito durante a competição e que vínhamos fazendo. Conhecer o elenco, saber da característica de cada um e, dentro disso, montar nossa estratégia para o primeiro jogo.

Pio: Quando você chegou ao clube, o Esportivo estava na Divisão de Acesso. Agora, são três jogos para garantir um calendário nacional e de ano inteiro. Cria um sentimento diferente?

CM: Essa é uma grande expectativa que a gente vive no clube. Justamente por isso houve um grande esforço da direção para que se pudesse manter todo o elenco  durante a parada. Com a intenção e a expectativa que se retomasse a competição e que nós pudéssemos, dentro de campo, buscar não só a Série D, que é uma grande expectativa, mas também a Copa do Brasil e o campeonato do Interior. São três situações que a gente busca. Sabemos que temos alguns concorrentes. É um clube inteiro focado para que, no ano que vem, consiga ter um calendário cheio, que faz com que a instituição dê um passo importante para se tornar maior. Por isso, nosso objetivo é conquistar uma vaga em competição nacional.

Pio: Como acredita que será a qualidade técnica neste retorno?

CM: Todo mundo perdeu um pouco ou bastante.  Uns mais, outros menos, dentro das suas estruturas e das condições de treinamento que cada clube tem. Acredito que será uma competição completamente diferente do que vinha sendo até então.  Questão técnica se perde bastante, é muito tempo parado, mais de 100 dias. Vai o entrosamento e o ritmo de jogo também. Vão ser jogos diferentes do que vinham sendo. Questões de preparação física também ficam prejudicadas neste momento, intensidade e até mesmo em qualidade de jogo. Vamos ter que ter muita competitividade para fazer esses jogos. A grande preocupação, não só do Esportivo, mas acredito que de todos, são as questões de lesões que podem ocorrer durante a competição. Nosso grupo não é muito grande. Mas temos que trabalhar de acordo com o que se apresenta no mundo hoje. Vamos tentar fazer o melhor possível dentro desse pouco tempo que temos.

Leia também
Mesmo com bandeira vermelha, salões de beleza e academias poderão abrir em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros