Linha do tempo: saiba como foram os 100 dias sem futebol para o Caxias - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Fatos24/06/2020 | 13h05Atualizada em 24/06/2020 | 13h05

Linha do tempo: saiba como foram os 100 dias sem futebol para o Caxias

Nesta quarta-feira (24), clube completa o centésimo dia sem jogos devido à pandemia

Linha do tempo: saiba como foram os 100 dias sem futebol para o Caxias Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

São 100 dias sem futebol para o Caxias. 100 dias sem a bola rolando, sem a arquibancada pulsando. Nesse período, mesmo longe dos gramados, muitas situações aconteceram no dia a dia do clube grená. 

Leia Mais
Grupo do Caxias realiza segunda testagem para a covid-19
VÍDEO: Campeões de 2000 relembram título do Caxias

No dia 15 de março, o Caxias entrava em campo pela última vez nesta temporada. A equipe grená vencia o Novo Hamburgo, por 2 a 1, no Estádio Estádio Centenário, pela 3ª rodada do segundo turno do Gauchão. De lá para cá, os campeonatos foram suspensos por conta da pandemia de coronavírus, os atletas treinaram em casa, voltaram e pararam de novo.

Relembre os principais fatos que aconteceram neste período:  

1º dia - Pedido de paciência

O Caxias se posicionou contrário a paralisação do Campeonato Gaúcho devido à preocupação com a sua condição financeira. Dentro do planejamento do clube, além dos demais jogos pelo segundo turno, estava uma possível finalíssima de Estadual com Estádio Centenário lotado. Como a definição da FGF foi diferente, o presidente do clube salientou que o momento seria para ter paciência. 

2º dia - Treinos continuam

No dia 17 de março, o Gauchão já estava paralisado por 15 dias. Num primeiro momento, o clube decidiu por manter o grupo de atletas treinando. Isso pesou nas definições da direção, que tomou outras providências para reduzir a circulação de pessoas no Estádio Centenário.  As categorias de base foram suspensas. As entrevistas coletivas, que eram diárias, reduzidas para apenas duas nos próximos sete dias.  

3º dia - Treinos cancelados

Um dia após o Caxias retomar os trabalhos e afirmar que iria seguir os treinamentos, mantendo as precauções necessárias sobre o controle da pandemia de coronavírus, o departamento de futebol mudou de ideia. No dia 18 de março, ficou definida a suspensão dos treinos por tempo indeterminado. Os jogadores foram liberados com a orientação de permanecer nas suas residências. 

32º dia - Campanha solidária

O Caxias lançou uma campanha para auxilar a comunidade Beltrão de Queiroz, próxima ao Estádio Centenário. O clube começou a arrecadar alimentos não perecíveis, materiais de higiene e cestas básicas.

38º dia - Entrega 

Foto: Vitor Soccol / Divulgação

No dia 22 de abril, o presidente do Caxias, Paulo Cesar dos Santos, e o técnico Rafael Lacerda realizaram a entrega de mais de uma tonelada de alimentos e cestas básicas para o Centro Cultural Beltrão de Queiroz.

44º dia - Primeira saída

O zagueiro Venício confirmou que não continuaria no Caxias quando as atividades retornassem para o Campeonato Gaúcho. O contrato do jogador chegou ao final e não foi renovado. O atleta foi informado pela direção. 

45º dia - Queda no quadro social

Com queda de receitas devido à crise econômica que o mundo vive pela pandemia de covid-19, os clubes de futebol serão diretamente afetados. Sem dinheiro de bilheterias e dificuldades em manter patrocinadores, a renda no quadro social também está em queda pela inadimplência. O Caxias chegou a ter 3.100 sócios em dia. No entanto, a parada dos jogos diminuiu em 20% esse número. 

46º dia - Segunda saída

O Caxias não renovou o contrato do centroavante João Paulo. O vínculo do jogador com o clube encerraria na primeira semana de maio e não foi prorrogado. 

51º dia - Prepara volta

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF), através do diretor médico Ivan Pacheco, conversou com os médicos dos 12 clubes da primeira divisão do futebol gaúcho. O Caxias participou da videoconferência e foi representado com os médicos Rafael Lessa e Jeferson Mezzomo. Após ouvir as recomendações, o clube montou o seu plano.

52º dia - Sugestão grená

Em reunião entre a FGF e os clubes, no dia 6 de maio, a entidade que comanda o futebol garantiu aos clubes que retornarem aos treinos 50 testes para o coronavírus. O Caxias afirmou que a única alternativa no momento seria reduzir as sedes. O presidente Paulo Cesar Santos sugeriu que a Serra Gaúcha e Porto Alegre reúnam as 12 equipes para que se termine a primeira fase, restando três rodadas.  

54º dia - Redução salarial

Com a crise econômica devido à pandemia do novo coronavírus, o Caxias confirmou no dia 8 de maio um acordo para redução salarial dos atletas, comissão técnica e funcionários do clube. Essa atitude faz parte de uma série de ações que a direção tomou para minimizar os efeitos nas finanças. 

58º dia - Sem rebaixamento

No dia 12 de maio, aconteceu mais uma reunião por videoconferência dos clubes do Campeonato Gaúcho 2020. Neste encontro virtual, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) apresentou uma proposta aos clubes com possível data de retorno, sem rebaixamento e possibilidade de inscrever novos jogadores. No dia seguinte, ela foi aprovada.

59º dia - Acordo 

No dia 13 de maio, os presidentes de Caxias e Juventude, Paulo Cesar Santos e Walter Dal Zotto Jr, respectivamente, estiveram reunidos com o prefeito Flavio Cassina para discutir o possível retorno dos treinos da dupla Ca-Ju.  No encontro, que aconteceu na prefeitura, ficou acertado que os clubes não deverão retornar às atividades neste momento e que os dois clubes voltariam aos treinos juntos. 

61º dia - Da Silva fica

CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 16/02/2020. SER Caxias x Ypiraga, jogo válido pela semifinal Taça Cel. Ewaldo Poeta, primeiro turno do Campeonato Gaúcho 2020 (Gauchão 2020), realizado no estádio Centenário. Atacante Da Silva (E). (Porthus Junior/Agência RBS)<!-- NICAID(14421089) -->
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Já estava encaminhado, no dia 15 de maio, foi confirmado. Caxias e Grêmio chegaram a um acordo e o atacante Da Silva permanece no clube grená até o final do Campeonato Gaúcho. O jogador teve seu contrato de empréstimo encerrado em abril, mas irá continuar quando a competição retornar. 

82º dia - Testes

O Caxias realizou os primeiro testes para a covid-19 em 50 dos seus profissionais no dia 5 de junho. A testagem foi realizada em membros da direção, comissão técnica, atletas e funcionários. Esse foi o início do processo de retomada das atividades da equipe, que está na final do Campeonato Gaúcho. 

83º dia - Centroavante fica

O Caxias confirmou oficialmente a renovação de contrato do centroavante Gilmar. O novo vínculo do atleta com o clube é até o final da Série D do Campeonato Brasileiro. Essa é segunda passagem do jogador pelo clube. A primeira foi em 2017, quando o Caxias foi campeão do Interior.  

85º dia - Retorno aos treinos

Caxias voltou aos treinos após 85 dias sem atividades. Trabalhos recomeçam com grupos reduzidos. Na Foto, zagueiro Laercio.<!-- NICAID(14517540) -->
Foto: Vitor Soccol / Dinâmica Conteúdo

O Caxias recomeçou os treinos no dia 8 de junho. Após Grêmio, Inter e São José-PoA, o time grená é o primeiro clube do Gauchão, fora da capital, a retomar as atividades. A volta aconteceu após a testagem para a covid-19, sem que nenhum funcionário do clube tenha testado positivo para o coronavírus. Após 85 dias, os trabalhos retornaram, inicialmente, com ênfase na parte física e em pequenos grupos.

86º dia - Campanha de arrecadação

O Caxias lançou a campanha de doação coletiva chamada Honradores da História. O objetivo do clube é arrecadar R$ 2 milhões. O valor será destinado à manutenção do clube para arcar com as despesas fixas, como impostos, folha de pagamento, alimentação e energia elétrica. 

90º dia - Treinos cancelados

A volta às atividades do futebol profissional em Caxias do Sul durante a pandemia do coronavírus durou pouco. Menos de uma semana após o Caxias retornar aos treinos, a confirmação da cidade como bandeira vermelha no processo de Distanciamento Controlado do Rio Grande do Sul, no sábado 13 de junho, determinou a proibição dos trabalhos nos clubes da região.  

92º dia - Treinos em outra cidade?

Com o cenário de incertezas, o Caxias não descartou a possibilidade de treinar em outra cidade, se Caxias do Sul continuasse com bandeira vermelha. 

98º dia - Novos testes

Após a alteração no modelo de Distanciamento Controlado do governo do Estado e a região de Caxias do Sul retornar para bandeira laranja, os treinos dos clubes profissionais podem retornar com atividades física e restritas. Para voltar aos treinos, o Caxias realizou nesta novos testes para a covid-19, no dia 22 de junho.

100º dia - Novo recomeço

O Caxias retoma suas atividades nesta quarta-feira (24), após a segunda rodada de testes para a covid-19 realizada com jogadores, funcionários e direção.  Todas as amostras apresentaram resultado negativo. Os trabalhos foram iniciados no dia 8 junho e paralisados na semana passada, quando a bandeira da Serra ficou vermelha no modelo de Distanciamento Controlado.

Leia Também
Com média de 10 novos casos por dia, Veranópolis endurece medidas contra a covid-19





 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros