Juventude suspende determinação de retorno para atletas de outras cidades - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Sem treino14/06/2020 | 18h54Atualizada em 14/06/2020 | 18h54

Juventude suspende determinação de retorno para atletas de outras cidades

Clube teve que mudar planejamento sobre volta das atividades

Juventude suspende determinação de retorno para atletas de outras cidades Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O Juventude recomeçaria os treinos nesta segunda-feira (15), após todos os profissionais testados para a covid-19 apresentarem resultado negativo. Entretanto, a mudança de Caxias do Sul para a bandeira vermelha no modelo de Distanciamento Controlado do Estado, fez a direção alviverde mudar o planejamento. 

Leia Mais
Presidente do Juventude se diz surpreso com mudança de bandeira e projeta replanejamento 
Com mudança de bandeira, dupla Ca-Ju e Esportivo têm treinos vetados pelos próximos 15 dias

- Pegou todo mundo no contrapé. Estávamos nos preparando para começar na segunda-feira. Fizemos os testes, preparamos o CT, o ginásio. Estava tudo pronto para iniciar os trabalhos. É uma situação de saúde, nem ficamos a vontade para comentar algo ao contrário. Primeiro, a vida e a saúde. Mas foi um balde de água fria - disse Osvaldo Pioner, vice-presidente de futebol do Juventude.

Nesta semana, os jogadores que estão em outras cidades deveriam se apresentar no Estádio Alfredo Jaconi, para a realização da testagem e, após os resultados, iniciarem os treinos em grupos reduzidos com os demais colegas. Entretanto, com a alteração do planejamento, essa determinação foi cancelada pela direção. 

- Não tem muito o que fazer. Quando paramos em março, fizemos um protocolo que foi assinado pelo jogadores. Eles têm uma recomendação de se movimentarem nos seus espaços privados. Conversamos entre nós, que não cabe fazer nada. Vamos ficar atentos a qualquer movimento. A principio, fizemos contato com todos os atletas que estão fora da cidade, e que estavam com determinação de retornarem, e suspendemos. Devem continuar nas suas cidades, sem apressar nada - completou Pioner.

Os jogadores que estão em outras cidades e não foram testados na semana passada: o goleiro Luis Carlos, os zagueiros Edcarlos, Odivan e Reynaldo, os laterais Igor e Samuel Santos, o volante João Paulo, e os meias Pedro Ken e Renato Cajá. 

Leia Também
Presidente da Câmara de Caxias diz que decisão do governador é "irresponsável"
"Qual vida não é importante?", reage vereadora diante de declaração do prefeito de Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros