Juventude demonstra surpresa com atitude do Caxias, mas respeita posicionamento - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Ca-Ju04/06/2020 | 15h49Atualizada em 04/06/2020 | 16h21

Juventude demonstra surpresa com atitude do Caxias, mas respeita posicionamento

Acordo inicial seria ambos retornarem aos treinos no mesmo período

Juventude demonstra surpresa com atitude do Caxias, mas respeita posicionamento Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Após a liberação dos treinos por parte da prefeitura, através de um pedido individual do Caxias, o Juventude ainda não definiu quando recomeça as atividades. O clube irá aguardar a atualização das bandeiras do modelo de distanciamento controlado do Governo do Estado, que acontece todos os sábados, para definir os próximos passos. Atualmente, a região de Caxias do Sul está com bandeira laranja. Se mudar para vermelha, os treinos não podem acontecer. 

Leia Mais
Histórias de torcedor: Jaconero lembra "batida" inesquecível com o Juventude

- O Juventude segue no mesmo planejamento que nós tínhamos definido na reunião no mês de maio com o comitê de crise e com a diretoria do Caxias. Naquela ocasião havíamos combinado de retornar juntos e estávamos aguardando um posicionamento da prefeitura para marcar uma nova reunião - disse o presidente Walter Dal Zotto Jr.

Em maio, os presidentes do Caxias e Juventude estiveram reunidos com o prefeito Flávio Cassina e ficou acordado entre as partes que naquele mês os treinos não retornariam. No entanto, uma nova reunião seria marcada para junho para definir a data e a retomada em conjunto dos dois clubes. Entretanto, o Caxias preferiu trabalhar individualmente junto ao órgão municipal.

- Ontem (quarta-feira), o secretário de urbanismo, João Uez, me ligou que a reunião seria no início da tarde na prefeitura. Eu tinha outros compromissos, mas algum representante do Juventude iria. Mas, antes do final da manhã, o secretário me retornou para dizer que era apenas do Caxias e que não precisaria ir ninguém do Juventude, porque o Caxias iria ver alguma ação social do clube e não seria a questão de retorno dos treinamentos - contou Walter Dal Zotto Jr, que completou:

- No final do dia, me ligou o outro secretário, Gabriel Citton, comunicando que o Caxias iria retornar aos treinamentos na próxima semana. Causou estranheza o posicionamento do Caxias, que resolveu fazer de forma individual a reunião, mas temos que respeitar a decisão do Caxias, mesmo que tenhamos combinado uma nova reunião entre os clubes e o comitê de crise do município. O Caxias tem seus motivos para isso, como disse o presidente, focado em ser campeão gaúcho, o que é legítimo. 

Mudança de postura do Caxias

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 16/03/2020. Coletiva com Walter Dal Zotto Jr (D), presidente do Juventude e com Osvaldo Pioner (E), vice-presidente de futebol. Na coletiva, foi anunciada oficialmente a saída do técnico Marquinhos Santos do comando da equipe. (Porthus Junior/Agência RBS)<!-- NICAID(14453404) -->
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Segundo Walter Dal Zotto Jr, a ideia inicial era de um retorno dos dois clubes ao mesmo tempo. No entanto, isso não irá acontecer. 

- Não vou entrar em polêmica. O Caxias busca os seus interesses e o Juventude os nossos. Nós tínhamos combinado de retornar juntos. Essa parceria fora de campo é importante para os dois clubes, mas temos que respeitar a posição do Caxias. Nossos interesses, não só no Campeonato Gaúcho, são maiores, nós temos uma competição nacional depois. Temos que voltar com cuidado - disse o presidente alviverde, que completou se muda algo na parceria com o Caxias: 

- Não muda nada. É um posicionamento individual que a gente respeita. O Juventude vai seguir o que acordamos e dentro do nosso planejamento. Vamos dar o próximo passo de forma segura, sem prejuízo à comunidade e aos atletas. 

O presidente Walter Dal Zotto Jr ressaltou que o Juventude tomará todos os cuidados para definir a retomada das atividades e aguarda a atualização da bandeira do distanciamento controlado, que pode mudar, após surto de coronavírus entre funcionários de um frigorífico de Caxias do Sul: 

- Vamos seguir nossa conduta anterior. Nossa preocupação é com a comunidade, e não exclusivamente com o clube, olhando exclusivamente para o nosso umbigo. Então, o momento é de aguardar, por recomendação da prefeitura, o desenrolar nesse caso pontual (surto no frigorífico) que aconteceu na cidade nesta semana e, talvez, Caxias mude para a bandeira vermelha.  Vamos aguardar para dar os próximos passos de forma segura, para não termos retrocesso. 

Leia Também
Em pesquisa de testagem da prefeitura, Bento Gonçalves registra nove casos da covid-19

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros