"É uma função de muita cobrança, mas estou acostumado", diz novo centroavante do Juventude - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Entrevista17/06/2020 | 13h58Atualizada em 17/06/2020 | 18h07

"É uma função de muita cobrança, mas estou acostumado", diz novo centroavante do Juventude

Rafael Silva tem experiência na Série B e já enfrentou o Ju em 2017

"É uma função de muita cobrança, mas estou acostumado", diz novo centroavante do Juventude Porthus Junior/Agencia RBS
Em 2017, Rafael Silva (E) enfrentou o Juventude pelo Luverdense Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O atacante Rafael Silva, 25 anos, foi anunciado pelo Juventude como segundo reforço para a sequência da temporada. O atleta estava no Mirassol-SP e chega por empréstimo até o final da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador demonstra empolgação com a nova chance na carreira. 

Leia Mais
Juventude anuncia contratação do atacante Rafael Silva
Maracanã 70 anos: Juventude relembra maior conquista da sua história 

— É uma oportunidade muito grande. Eu vinha fazendo um bom estadual no Mirassol e infelizmente teve essa parada devido à pandemia. O Juventude abriu as portas para mim. Estou feliz e motivado. Espero que os treinos voltem logo para ficar bem fisicamente e ajudar o time — disse Rafael Silva.

O centroavante disputou a Copa Paulista no ano passado e o Estadual deste ano pelo Mirassol, com 17 jogos disputados e seis gols marcados. No entanto, mesmo jovem, já tem experiência na Série B. São seis participações, quatro no Luverdense, uma no São Bento e outra no Vila Nova. Inclusive, em 2017, enfrentou o Juventude na estreia da competição nacional. Na oportunidade, defendia o Luverdense e o Ju venceu por 2 a 1.  

— Já joguei bastante Série B e tenho experiência na competição. Estou muito ansioso para jogar e estrear. Espero me preparar melhor para, quando entrar em campo, fazer o melhor para ajudar — afirmou.

Em 2017, o Juventude também contratou um atleta do interior paulista para a função de centroavante. Tiago Marques, que estava na Ferroviária, chegou e foi um dos destaques do time alviverde naquela temporada. Rafael Silva é centroavante e espera repetir a escrita. 

—  É uma função de muita cobrança, mas estou acostumado. Desde a base é assim. O atleta profissional está acostumado a isso. O nosso trabalho é treinar para refletir dentro de campo — analisou o jogador, que também falou sobre suas característica dentro de campo:

— Por mais que eu seja centroavante, minha principal característica é a velocidade. Eu não fico parado. Além disso, tenho boa finalização. Eu jogo centralizado e no lado, mas prefiro como centroavante, acho que me dou melhor ali.

Leia Também
Motorista é preso com três quilos de drogas na BR-470, em Bento Gonçalves
Hospitais de Caxias e Vacaria vão receber respiradores do Ministério da Saúde

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros