Saiba como o Juventude projeta medidas para retorno aos treinos - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Gauchão07/05/2020 | 18h00Atualizada em 07/05/2020 | 18h00

Saiba como o Juventude projeta medidas para retorno aos treinos

Clube prepara área do CT para receber atletas na volta às atividades

Saiba como o Juventude projeta medidas para retorno aos treinos Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O Juventude ainda não definiu se irá retornar aos treinamentos, quando acontecer a autorização da prefeitura de Caxias do Sul. Ainda sem saber uma data para recomeço do Campeonato Gaúcho, o clube não tem pressa para definir a volta. Mesmo assim, já tem encaminhado o protocolo para retomada das atividades.

Leia Mais
Incertezas do futebol dificultam negociações do Juventude com reforços

O centro de treinamentos do clube será o ponto principal desse protocolo. Lá, será o local de encontro dos atletas, sem necessitar passar pelo Estádio Alfredo Jaconi. Todos os jogadores receberão um kit para chegar fardados e se apresentarão lá, sem usar o vestiário. Eles serão divididos em pequenos grupos e os treinos realizados nos campos do CT. 

— O Juventude está preparado e as medidas são as básicas que todos os clubes estão fazendo. A direção está se preparando para utilizar aquela área grande do CT e do ginásio e levar a parte da academia para aquele ambiente bem espaçado — disse o médico Michel Vigo.

O Juventude montou o seu protocolo em cima do documento da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e aguarda as definições de datas para retorno das competições. Com a volta dos treinos, ainda não definida, mas quando acontecer, o departamento médico deverá estar mais presente no dia a dia.

— Provavelmente sim, para medir a temperatura na chegada e avaliação de cada profissional antes do treino — avaliou o médico alviverde. Além do doutor Michel Vigo, o clube também conta no seu time de médicos com Rodrigo Zampieri, Alexandre Fay e Cristiano Raymundi

Opinião médica

Michel Vigo é responsável pelo departamento médico do Juventude. A opinião dele é particular e não reflete a opinião do clube. Segundo o doutor, esse não é o momento ideal para um retorno do esporte.

— Na minha opinião, não é o momento de voltar o futebol. Existem outras prioridades. O número de casos está crescendo. Agora, não é a hora do futebol. Não adianta apressar e pode gerar uma falsa sensação de normalidade e afrouxamento de outros setores da sociedade — finalizou.

Leia Também
Fotógrafa da Serra cria projeto para valorizar as mães solo

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros