Intervalo: volta do futebol passa pela empatia de todos - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião14/05/2020 | 07h02Atualizada em 14/05/2020 | 07h02

Intervalo: volta do futebol passa pela empatia de todos

Momento é de ceder e entender a realidade atípica

Intervalo: volta do futebol passa pela empatia de todos Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

O retorno do futebol no Rio Grande do Sul passa por alguns pontos importantes.  O primeiro, obviamente, é o controle da pandemia com a ajuda e a consciência de todos nós gaúchos.  Logo, anuência dos órgãos de saúde e, por fim, o poder de ceder em ideias. Neste momento atípico que vivemos, infelizmente todos iremos perder financeiramente.  Por isso, ceder em seus interesses em detrimento do coletivo é fundamental.

Leia Mais
Reunião com a prefeitura define que Caxias e Juventude retornarão juntos aos treinos 

E aqui destaco a postura da dupla Ca-Ju. O Juventude sempre deixou claro que não concordava com o retorno neste instante e tem seus motivos, basta observar que ainda não chegamos no pico da covid-19. Já o Caxias buscava o retorno das atividades, com todos os cuidados e restrições possíveis  e teve sus motivos para tentar colocar os profissionais a trabalhar novamente.  No entanto, soube ceder.  Não deixou os seus interesses acima do coletivo e, assim, aceitou a proposta da prefeitura em retornar aos treinos somente no final de junho ou início de julho. 

Caxias e Juventude dão um exemplo de empatia e cuidados em tempos de tanta intolerância e imbecilidade.  Os clubes do Gauchão que aprovaram a proposta da FGF também abriram mão de ideias contrárias. Agora, será a vez do torcedor e todos nós seguirmos fazendo nossa parte em tempos de distanciamento social. Só retornaremos à normalidade no futebol e na vida, se tivermos consciência e responsabilidade.

Leia Também
VÍDEO: banda Yellow Evening mostra primeiro clipe, resultado do distanciamento social

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros