Caxias aguarda liberação da prefeitura para retornar treinamentos - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão04/05/2020 | 18h43Atualizada em 04/05/2020 | 19h51

Caxias aguarda liberação da prefeitura para retornar treinamentos

Jogadores estão avisados sobre possibilidade de voltar às atividades

Caxias aguarda liberação da prefeitura para retornar treinamentos Antonio Valiente/Agencia RBS
Jogadores estão avisados sobre possibilidade de voltar às atividades Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

O Caxias aguarda a liberação da prefeitura, por meio de decreto, para retornar às atividades com restrições. Nesta segunda-feira (4), o clube informou aos atletas sobre a situação e pediu para ficarem preparados. Se os órgãos de saúde autorizarem, os treinos podem recomeçar nesta semana ainda. 

Leia Mais
O futebol deve voltar ou não? Saiba o que pensam os jogadores de Caxias e Juventude

— Aguardamos informações no decorrer da semana, mas conversamos para que fiquem preparados. Caso haja o aviso que se possa voltar aos trabalhos, vamos voltar com todos os cuidados possíveis — disse Ademir Bertoglio, gerente de futebol do Caxias. 

O clube já prepara várias restrições para a possibilidade de retorno, com treinos físicos e grupo reduzidos. O diretor médico da Federação Gaúcha, Ivan Pacheco, conversou com os médicos dos clubes e passou algumas diretrizes do protocolo para retorno. Basta, agora, as autoridades liberarem os jogos e os treinos.

— No final de semana, a FGF fez uma reunião com os médicos dos clubes e já foi passada uma linha de trabalho para que, caso voltem as atividade, serão tomadas todas precauções — afirmou o gerente. 

Em Porto Alegre, a prefeitura liberou os clubes para retornarem às atividades. No entanto, em Caxias do Sul e em outras cidades ainda não. Mesmo com essa autorização, o dirigente grená não analisa como um desequilíbrio técnico ainda.

— Vinte dias atrás, o Esportivo voltou a treinar e foi chamado a atenção. Agora, Inter e Grêmio, porque Porto Alegre já liberou. Se voltar a treinar e não tiver campeonato, fica meio vago essa situação. Temos que aguardar as reuniões da semana para ver o que vai acontecer. Dois ou três dias depois começar a treinar não vejo problemas — comentou Ademir.

Leia Também
Sem previsão para retorno dos jogos, ACBF tem queda de 22% na arrecadação

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros