Campeonato Brasileiro masculino de rúgbi de 2020 é cancelado - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Sem competição28/05/2020 | 13h49Atualizada em 28/05/2020 | 13h49

Campeonato Brasileiro masculino de rúgbi de 2020 é cancelado

A decisão foi tomada em conjunto com os doze clubes amadores

Campeonato Brasileiro masculino de rúgbi de 2020 é cancelado Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) anunciou nesta quinta-feira (28) o cancelamento da edição deste ano do Campeonato Brasileiro masculino de rúgbi XV, que aconteceria entre os meses de abril e outubro.  Desde sua criação, em 1964, essa é a primeira vez na história que a competição foi cancelada.

Leia Mais
Clássicos marcantes: Juventude vence o Caxias por 5 a 3 no Centenário
Clássicos marcantes: Cax oias vence o Juventude por 3 a 0 no Jaconi

A decisão foi tomada em conjunto com os 12 clubes amadores que participam do campeonato e representam os estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.  Os representantes da Serra que disputariam a competição nacional, Super 12, seriam o Farrapos, de Bento, e Serra Gaúcha Rugby, de Caxias do Sul.

O campeonato é organizado anualmente pela Confederação com investimentos da ordem de R$ 700 mil, captados integralmente por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte. Dentre os motivos que levaram ao cancelamento, o principal é o cenário ainda de incertezas quanto às medidas de isolamento social e restrição de serviços no combate à pandemia do novo coronavírus.

- Por ser um esporte de contato, o rúgbi é mais vulnerável ao contágio. Também não sabemos concretamente como e quando será a liberação das atividades em cada Estado. Isso inviabiliza a logística de transporte interestadual, por exemplo. Assim, preferimos nos adaptar e nos concentrar nos protocolos de retorno ao jogo de forma gradativa, com poucos atletas e sem contato, seguindo protocolos de identificação, distanciamento e desinfecção em consonância com regras municipais e estaduais. O objetivo é permitir uma volta prudente aos gramados para não expor a riscos desnecessários os cerca de 700 atletas e equipes técnicas envolvidos na competição. Nosso planejamento agora é organizar o tradicional torneio no próximo ano em condições normais, assim esperamos - disse o CEO da CBRu, Jean-Luc Jadoul.

A entidade considera não ser possível executar todos os recursos captados dentro de um calendário menor, de três a quatro meses, e isto compromete a prestação de contas ao governo federal e às empresas patrocinadoras. Outra questão que embasou a decisão é a dificuldade dos clubes para retomarem os treinamentos em curto prazo e se apresentar competitivos. 

Leia Também
Escola profissionalizante de Caxias do Sul oferece cursos em troca de alimentos






 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros