Técnico do Caxias lamenta que nada vai acontecer com autores de injúria racial em Ijuí - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Gauchão09/03/2020 | 22h32Atualizada em 09/03/2020 | 22h33

Técnico do Caxias lamenta que nada vai acontecer com autores de injúria racial em Ijuí

Lacerda falou após o jogo que atacante do Caxias estava chorando após ser chamado de macaco

Técnico do Caxias lamenta que nada vai acontecer com autores de injúria racial em Ijuí Pedro Brikalski/Especial
Atacante Tilica (E) foi vítima de injúrias raciais em Ijuí Foto: Pedro Brikalski / Especial
Pioneiro
Pioneiro

Ao final da partida entre Caxias e São Luiz, em Ijuí, a importante vitória grená por 2 a 1 sobre o Rubro dividiu atenções com o ato de injúria racial sofrido pelo atacante Tilica. O jogador do Caxias disse ter sido chamado de macaco por torcedores presentes no Estádio 19 de Outubro, aos 39 minutos do segundo tempo. O técnico Rafael Lacerda lamentou o fato e as possíveis consequências que não vão ocorrer após o que aconteceu em Ijuí.

Leia mais
Caxias vence o São Luiz em Ijuí e segue invicto na Taça Francisco Novelletto Neto

— Eu não vi se o cara chamou (de macaco) ou não. Mas pelo que o Tilica relatou, chamou. Não tem como o jogador inventar aquilo ali. Tu vê o jogador chorando. Por que o jogador vai inventar uma coisa dessas? Mas, infelizmente, não vai acontecer nada. O Tilica identificou o cara, ele viu. Tem que elogiar o árbitro (Anderson Farias) que foi presente, chamou o Tilica e queria identificar. Não sei se não quiseram identificar. Se não me engano era um cara de regata, bem fácil de identificar. Eu fico triste pelo atleta, chateado pelo Tilica — afirmou o treinador.

Sobre o jogo, Lacerda admitiu que o time jogou um futebol mais consistente do que vistoso, mas efetivo dentro da competição.

— Não uma grande atuação. Foi segura, de um time que sabe o que quer na competição. O São Luiz até propôs mais jogo. Mas mantivemos a humildade. Tem que respeitar. Enfrentamos um time que está na zona (do rebaixamento) e tivemos que marcar os caras. Nosso time hoje marcou muito, então está de parabéns pela vitória — comemorou o treinador, que celebra também a forma madura como seu time se portou:

— Atingiu o nível de maturidade que eu sonhava na pré-temporada. Mas é em cima de muito trabalho, de muita cobrança. Os caras se cobraram no intervalo aqui. Nós estamos classificados para a final e os caras se cobrando. Tem hora que o treinador não tem nem que se meter muito.

Leia também
Câmara vota acolhimento de pedido de impeachment do prefeito de Caxias nesta terça

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros