Preocupação com a interrupção do Gauchão e projeção do Ca-Ju: a entrevista de Lacerda após vitória sobre Novo Hamburgo - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão15/03/2020 | 20h45

Preocupação com a interrupção do Gauchão e projeção do Ca-Ju: a entrevista de Lacerda após vitória sobre Novo Hamburgo

Grená fez 2 a 1 no Noia e entrou na zona de classificação às semifinais

Preocupação com a interrupção do Gauchão e projeção do Ca-Ju: a entrevista de Lacerda após vitória sobre Novo Hamburgo Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Rafael Lacerda saiu satisfeito com a vitória do Caxias sobre o Novo Hamburgo por 2 a 1 neste domingo (15). Embora a equipe não tenha feito uma grande atuação, aproveitou as chances criadas e chegou ao primeiro êxito em casa no segundo turno.

— Uma vitória segura e consistente. Não fizemos um dos melhores jogos, mas a equipe sustentou bem. A gente confia muito na qualidade dos atletas, mas quando se muda quatro jogadores, é normal que não se tenha a mesma dinâmica de jogo — comentou Lacerda.

Leia mais
Com portões fechados, Caxias vence o Novo Hamburgo por 2 a 1, no Estádio Centenário

Nesta segunda-feira (16) ocorre uma reunião entre os presidentes dos clubes que disputam o Campeonato Gaúcho e a FGF para definir pela suspensão do certame. O treinador grená lembrou que a realização de treinamentos também deve ser interrompida.

— Eu respeito pois é uma questão de saúde. Mas não concordo com somente a paralisação dos esportes. E as escolas? E os shoppings? E os cinemas? Se formos parar os jogos, também devemos parar os treinos. Não é uma questão que as federações devem definir, e sim os responsáveis pela saúde. Férias não vão ter, eu não posso parar — disse.

Caso o Gauchão não seja suspenso, o próximo compromisso do Caxias será o clássico Ca-Ju, no domingo, às 17h, no Estádio Alfredo Jaconi. Com a confiança em alta, ao contrário do adversário, Lacerda destaca que seu grupo já deu exemplos no ano de não relaxar nos jogos. 

— O nosso grupo está vacinado. Quando eu dei três dias de descanso depois do título, minha principal dúvida era a sequência e eles mostraram nos jogos do segundo turno que não perderam a concentração. Não tenho dúvida de que os jogadores querem muito. O clássico é diferente e estou convicto que meu grupo está muito preparado psicologicamente — explicou Lacerda.

Leia também
Esportivo vence mais uma na Montanha dos Vinhedos e segue na briga pelo título do Interior

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros