O ano novo que o Juventude quer começar a partir de uma vitória contra o Aimoré - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão13/03/2020 | 17h30Atualizada em 13/03/2020 | 17h45

O ano novo que o Juventude quer começar a partir de uma vitória contra o Aimoré

Alviverde encara o time de São Leopoldo neste sábado (14)

O ano novo que o Juventude quer começar a partir de uma vitória contra o Aimoré Antonio Valiente/Agencia RBS
Marquinhos espera virada de chave na temporada Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Feliz 2020, Jaconeros! Pelo menos esse é o sentimento que tem sido passado pelo vestiário do Juventude após o sofrido empate contra o América-RN, pela Copa do Brasil, na quarta-feira. Neste sábado (14), às 18h30min, o duelo é contra o Aimoré, pelo Gauchão, onde o alviverde começa pela primeira vez uma rodada na zona do rebaixamento. 

Para o técnico Marquinhos Santos, o jogo no Estádio Cristo Rei pode confirmar uma nova fase de sua equipe.

Leia mais
Jogadores do Juventude esperam novo ânimo após primeiro gol em casa na temporada

— Sabemos do momento delicado. Porém, uma vitória muda tudo. O que passamos para os atletas é que, por mais que o momento na tabela seja complicado, uma coisa leva a outra. Fugir do rebaixamento, que é nossa realidade hoje, alcançando os resultados, nos coloca numa condição de brigar pela semifinal do segundo turno. É um momento que não tem para onde correr. Ou melhor, tem que correr e muito. Creio que o jogo da Copa do Brasil foi a virada. A ficha caiu e o ano começou definitivamente para o Juventude — afirmou Marquinhos.

Para que a retomada alviverde na temporada comece já neste fim de semana, uma vitória será imprescindível. A tabela faz com que um triunfo em São Leopoldo possa representar ao Papo um pulo da zona do rebaixamento para o oitavo lugar na classificação geral, e até um segundo lugar no grupo A dentro da Taça Francisco Novelletto. Assim como a derrota para o São José-PoA foi um baque emocional muito forte no vestiário alviverde, buscar os três pontos no sábado significaria uma virada de chave.

— Uma vitória é o que nós buscamos e precisamos. Por mais que a equipe tenha apresentado nos jogos um volume maior dentro dos números técnicos e táticos, o que leva a buscar uma melhora, com certeza são os resultados. No futebol, não adianta ter números positivos e estar brigando contra o rebaixamento. Mas isso te garante de ter uma certeza ali na frente de uma evolução. A partir desse gol, parar de sair atrás do placar. Temos saído muito atrás e isso tem nos dificultado. Temos que correr e nos expor mais e abrir a equipe. Então, têm vários aspectos — disse o treinador.

Para conseguir esse objetivo, Marquinhos fará alterações na equipe em comparação com o time que empatou na quarta-feira. Eltinho, expulso contra o Zequinha, e Bruno Alves, que recebeu o terceiro amarelo, estão fora — Edcarlos, que também recebeu o vermelho diante do São José-PoA, não esteve entre os titulares contra o América.

Diante do mistério realizado na atividade da sexta-feira, com portões fechados, a expectativa é de que a formação inicial tenha Felippe e Bruno Nunes nas vagas deixadas pelos suspensos, voltando o time a ter um centroavante de referência. No entanto, mais mudanças devem ocorrer, como a entrada de Marciel desde o início da partida.

— Ele entrou bem (na quarta-feira). Dentro de um desgaste da sequência de jogos, acho que foi acertada a permanência dele no banco no início da partida e deu um outro suporte fisicamente ao time. Vamos avaliar e tomar as decisões que sejam mais coerentes para enfrentar o Aimoré— concluiu Marquinhos.

Leia também
Circuito Sesc de Corridas em Caxias do Sul é suspenso devido ao coronavírus

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros